Renault investe quase 130 milhões de euros em joint-venture com a Jiangling


A Renault apresentou mais detalhes de uma parceria que fechou com a Jiangling. A joint-venture deve dar à marca francesa mais um carro elétrico na China. A parceria deve desenvolver apenas carros elétricos e a sua produção no mercado do gigante país asiático. Pelo o que foi definido, a Renault deve investir o total de 128,5 milhões de euros no projeto e deve se tornar a acionista majoritária de uma subsidiária da Jiangling, a JMEV. Ainda com baixos volumes, a subsidiária tem conquistado cada vez mais índices animadores de crescimento, vendendo 38 mil elétricos em 2017 e cerca de 50 mil unidades em 2018. “A China é um mercado chave para o grupo Renault. Essa parceria no negócio de veículos elétricos com a JMCG apoiará nosso plano de crescimento na China e nossas capacidades”, disse em um comunicado Francois Provost, vice-presidente da Renault responsável pela região da China. “Como pioneira e líder no mercado europeu de EV por 10 anos, vamos capitalizar nossa experiência em P&D, produção, vendas e serviços”, completou. Detalhes dos novos modelos a serem desenvolvidos com essa parceria ainda são desconhecidos, mas sabe-se que eles serão vendidos com o nome Eveasy. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

Retrômobilismo #105: Edra Rancho TT, o jipe nacional que chegou quando os importados chamavam atenção!

Volkswagen Neo GTI pode desenvolver entre 306cv a 408cv de potência, segundo site

Tushek apresenta o TS900h H Apex, híbrido que desenvolve 950cv de potência

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1995!

Curiosidades: Carros de Fórmula 1 tem o sistema ABS?

Mercedes-Benz lança oficialmente o Classe A Sedan no Brasil por R$139.900

Volkswagen deve apresentar Polo reestilizado em 2021, de acordo com sindicato

Peugeot 1008 deve ser apresentado na Europa em 2020, com plataforma CMP