BMW apresenta oficialmente a nova geração da Série 3 Touring na Europa


Completando 32 anos de mercado, a BMW apresenta a nova geração da Série 3 Touring na Europa. A station wagon do sedã mais vendido na história da marca bávara chega com as mesmas mudanças apresentadas no Salão do Automóvel de Paris de 2018. A nova geração conta com 4,709 metros de comprimento, 2,851 metros entre os eixos, 1,827 metro de largura e 1,440 metro de altura, com um porta-malas de 500 litros que pode chegar a 1.510 litros com os bancos traseiros rebatidos. Desenvolvida sobre a plataforma modular CLAR, a nova geração da Série 3 Touring ganha ainda um maior espaço para as pernas em 11 centímetros. Visualmente, destaque para os faróis de LED que seguem o padrão do Série 5, com uma divisão implícita que destacam a agressividade dessa geração. As formas básicas foram mantidas, enquanto a traseira traz lanternas escurecidas e menores. O para-choque dianteiro tem luzes diurnas de LED e um elemento decorativo no para-choque traseiro, que lembra o mesmo que se encontra no para-choque dianteiro. No interior, a novidade fica por conta de uma tela de 5,7 polegadas e o sistema multimídia de 8,8 polegadas. Recebendo a interface 7.0, ele traz quadro de instrumentos totalmente digital de 12,3 polegadas e que pode ter uma central de 10,3 polegadas. A operação pode ser feita por voz ou toque e gestos, mas sem esquecer do clássico iDrive. 


Há um assistente pessoal da BMW, que, como na Apple, pode ser acionado dizendo "Hey, BMW". Ele conta com mais espaço para os ombros e cotovelos na frente, assim como para as pernas. O destaque vai para o BMW Live Cockpit Professional, de série nas versões M Sport e M Sport Plus Edition que conta com um painel de instrumentos digital de 12.3 polegadas e um Control Display de 10.25 polegadas no console central, podendo ser operado por voz, gestos ou toque. Esta nova geração do BMW Série 3 Touring conta ainda com um assistente pessoal da BMW. A nova geração consegue ser 10kg mais leve que a geração anterior e usa componentes de alumínio e plástico reforçado com fibra de carbono. A suspensão é de duplos triângulos sobrepostos na dianteira e de cinco braços no eixo traseiro, sendo que opcionalmente pode contar com uma suspensão adaptativa. Na mecânica, a BMW deve oferece dois motores a gasolina e dois diesel. Os motores a diesel usam câmbio manual de 6 marchas ou automático de 8 velocidades da ZF. A versão 320i mantém o motor 2.0 Turbo de 184cv e 30,6kgfm, acelerando de 0 a 100km/h em 7,2 segundos e com consumo médio de 17,5km/l. A 330i possui o mesmo motor mas desenvolve 258cv e 40,8kgfm e cumpre as mesmas provas em 5,8 segundos e 17,2km/l. O 318d possui motor 2.0 Diesel de 150cv e 32,6kgfm e o 320d traz o Turbo Diesel que entrega 190cv e 40,8kgfm. No primeiro a aceleração de 0 a 100km/h é de 8,5 segundos e 23,8km/l de média, enquanto o 320d faz o mesmo em 6,8 segundos e 23,8km/l. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Renault Megane Sedan vem ao Brasil até final de 2019, com motor 1.3 12v TCe Flex de 170cv

Novo Hyundai SantaFe deve ser lançado ainda neste mês de setembro no Brasil

Após polêmica, Hyundai revela oficialmente a traseira da nova geração do HB20S

Irmão menor do Jeep Renegade deve ser apresentado dentro de cinco anos

Mitsubishi Pajero Sport ganha teaser da primeira mudança visual da nova geração

Fiat apresenta Toro Ultra, que estreia no final do ano, com capota rígida de fábrica

Motores 1.0 e 1.4 EVO da Fiat devem se despedir do mercado a partir do segundo semestre desse ano!

JAC compra fábrica de Itumbiara (GO), da Suzuki, para a produção dos modelos T40 e T50

Kia Seltos será vendido com três opções de motores e quatro opções de câmbio

Mercedes-Benz confirma desenvolvimento do Classe A 250e Hybrid Plug-in