Bentley apresenta a nova geração do Flying Spur, equipado com motor 6.0 W12


A Bentley apresentou oficialmente a nova geração do seu sedã, o Flying Spur. Ficando abaixo do Mulsanne, o Flying Spur chega à sua terceira geração com um design ainda mais refinado e de acordo com a linguagem visual da marca inglesa. A nova geração conta com 5,316 metros de comprimento, 1,978 metro de largura e 1,484 metro de altura. Desenvolvido sobre a plataforma modular MSB, o Flying Spur conta com um entre-eixos de 3,196 metros, ganho de 13 centímetros em relação à geração anterior. Visualmente, o sedã conta com grade dianteira com detalhes em preto brilhante e extremidades cromadas. O interior da grade conta com filetes nas verticais. O design segue uma tendência evolutiva nos design dos carros da Bentley, com faróis duplos redondos, mas que aproxima o sedã do Continental GT. Nas laterais, destaque para os frisos a partir da porta traseira do carro e um friso cromado na base nas portas, que nasce no para-lama dianteiro e chega ao para-choque traseiro. Os vidros laterais parecem ter o mesmo desenho do modelo anterior, mas as linhas são mais esportivas. Na traseira, as lanternas chamam atenção pelas suas linhas quadradas arredondadas e um tampa do porta-malas quase lisa, com um pequeno friso entre as lanternas, com o nome “Bentley” logo abaixo do logotipo. As saídas de escape são ovaladas – e duplas. No interior, a nova geração conta com acabamento com detalhes em oito tipos de madeira diferentes e 15 cores para os bancos de couro que contam com o logotipo da Bentley gravado. 


O quadro de instrumentos é o mesmo do Continental GT, totalmente digital, chamado de Bentley Rotating Display. Com três posições, varia sua superfície lisa, manômetros analógicos e quando se dá a partida, mostra a central multimídia com tela de 12,3 polegadas. Entre os recursos, destaque para o sistema de quatro rodas direcionais para melhorar a estabilidade em alta velocidade e dispõe igualmente do Bentley Dynamic Ride, sistema que permite ajustar a suspensão à condução e ao conforto dos seus ocupantes. Há ainda o Traffic Assist, City Assist e Blind Spot Warning. Visão Noturna e Head Up Display que ajudam o condutor a estar concentrado na estrada à sua frente, enquanto a Câmera de Visão Superior permite uma imagem do carro e de tudo à sua volta. Com tração traseira, o sedã conta com motor 6.0 W12 que desenvolve 635cv de potência e torque de 91,8kgfm. Ele acelera de 0 a 100km/h em 3,7 segundos e a velocidade máxima de 333km/h. O câmbio é automático de dupla embreagem de 8 marchas. Ele oferece os modos de condução Comfort e Bentley, o sistema envia até 48kgfm de torque para o eixo dianteiro de forma a oferecer maior aderência. Já no Sport, o sistema limita o torque disponível ao eixo dianteiro para 28kgfm, mantendo um nível de torque mais alto na parte traseira para uma sensação maior dinâmica. As vendas começam a partir do último trimestre do ano na Europa. Em breve ele deve ser apresentado nas versões com motor V8 e um V6 Hybrid Plug-In. 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Novo Hyundai SantaFe deve ser lançado ainda neste mês de setembro no Brasil

Renault Megane Sedan vem ao Brasil até final de 2019, com motor 1.3 12v TCe Flex de 170cv

Vazam imagens dos novos Hyundai HB20S e HB20X em gravação de comerciais

Motores 1.0 e 1.4 EVO da Fiat devem se despedir do mercado a partir do segundo semestre desse ano!

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1995!

No segundo semestre, Fiat Toro deve ganhar motor 2.4 16v Flex e 2.0 MultiJet mais potente e 1.8 em 2017

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Novo Classic deve chegar em 2014

Comparativo Nº5: Os folgados: Cobalt x Grand Siena x J3 Turin x Versa x Symbol

McLaren comemora sucesso nas vendas no Brasil e confirma GT para outubro