Audi apresenta oficialmente o Q3 Sportback, destaque para o Salão de Frankfurt


Depois de alguns teaser, a Audi enfim apresentou o Q3 Sportback, versão com design mais descolado do seu SUV compacto. O modelo começa a ser vendido na Europa até o final deste ano. Chamado primeiramente de Q4, o modelo adotou o mesmo nome do SUV compacto da Audi, deixando o uso do nome Q4 para um futuro SUV elétrico que a Audi deve lançar em 2020. A novidade usa basicamente o mesmo design do Q3 até a coluna B, ganhando independência nas linhas a partir daí. O SUV cupê conta com 1,5 centímetro a mais no comprimento e é 3cm mais baixo, mas manteve os 2,68 metros de entre eixos. O porta-malas é de 530 litros de capacidade e com o rebatimento do banco traseiro alcance os 1.400 litros. No design, ele se inspira nos últimos lançamentos da Audi, como o Q8. Mais esportivo, ele traz grade dianteira “Singleframe”, com entradas de ar grandes nas extremidades do para-choque dianteiro. Ele ainda traz faróis com projetores usados por todos os carros da marca, com faróis Matrix LED como opcional nas versões mais caras. As linhas estão mais musculosas e deixam o perfil do SUV bem mais eclético, como mostra as caixas de roda. Há diversas opções de personalização, além do oferecer pacote S-LINE, com para-choque dianteiro e traseiro exclusivos. Na traseira, destaque para a tampa do porta-malas redesenhada, ganhando vincos mais fortes e mais definidos, além de um novo para-choque com difusores de ar. O desenho das rodas também é novo, com aros que variam de 17 a 20 polegadas, dependendo da versão. 


No interior, o Q3 2019 possui linhas mais modernas e com mais tecnologia. Ele traz uma central multimídia que varia de 8,8 a 10,1 polegadas que é levemente inclinada para o motorista. O Virtual Cockpit possui uma tela de 10,25 ou 12,3 polegadas, combinando todas as funções de condução de forma moderna e intuitiva. O interior ainda pode contar com três tipos de acabamento: couro, imitação de couro ou Alcantara. Traz iluminação em LED ajustável, com 30 colorações diferentes. De série, conta com Alexa da Amazon, três entradas USB-C e uma USB-A, alerta de mudança de faixa e um sistema que capta informações sobre o trânsito e avisa o motorista sobre o tempo do próximo sinal verde à frente. Na mecânica, ajustes próprios da direção e da suspensão são destaques. Os acertos foram definidos para reforçar a pegada esportiva do carro e incluem amortecedores adaptáveis e controle dinâmico da direção. Na mecânica, a segunda geração deve ser vendida com motor 1.5 TFSI de 150cv e 25,5kgfm (deve ser oferecido posteriormente com sistema micro-híbrido de 48V), e o 2.0 TFSI de 230cv e 35,7kgfm. Com motor diesel, que ele ser vendido com motor 2.0 TDI de 150cv ou 190cv. O câmbio é automático de dupla embreagem S-TRONIC de 6 velocidades, além do câmbio manual de 6 marchas, com opção de tração integral Quattro. Ele ainda traz o sistema Audi Drive Select será oferecido como opcional, com seis modos de condução: Auto, Comfort, Dynamic, Offroad, Efficiency e Individual, permitindo ajustar os parâmetros de motor, direção, transmissão e da suspensão adaptativa. A versão RSQ3 Sportback deve ser lançada em 2020. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

Retrômobilismo #105: Edra Rancho TT, o jipe nacional que chegou quando os importados chamavam atenção!

Volkswagen Neo GTI pode desenvolver entre 306cv a 408cv de potência, segundo site

Tushek apresenta o TS900h H Apex, híbrido que desenvolve 950cv de potência

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1995!

Curiosidades: Carros de Fórmula 1 tem o sistema ABS?

Mercedes-Benz lança oficialmente o Classe A Sedan no Brasil por R$139.900

Volkswagen deve apresentar Polo reestilizado em 2021, de acordo com sindicato

Peugeot 1008 deve ser apresentado na Europa em 2020, com plataforma CMP