Lançado em 2014, Land Rover apresenta o Discovery Sport reestilizado na Europa


A Land Rover enfim apresentou oficialmente o renovado Discovery Sport. Um dos mais vendidos da marca inglesa passa por sua primeira mudança visual. O SUV foi lançado em 2014 e demorou cinco anos para passar por sua primeira mudança, trazendo a nova identidade visual da marca. Assim como aconteceu com Range Rover Sport e Vogue, as mudanças no Discovery Sport são pontuais. Entre as novidades estão os novos para-choques, mais agressivos que do modelo atual, além de uma nova entrada de ar mais estreita e com duas passagens menores nas laterais, onde antes ficavam os faróis de neblina. Na traseira a novidade ficam por conta de um aplique no para-choque traseiro, abaixo das luzes de posição e um difusor de ar na versão R-Dynamic. O mesmo aplique preto foi colocado na área da placa do porta-malas. Os faróis foram redesenhados, perdendo o estilo mais arredondado que tinham. Agora ainda duplos, os faróis ficam mais fortes para compensar a perda dos faróis de neblina. O mesmo acontece nas lanternas, que passam a ter Full-LED e ganham um novo layout. No interior, o SUV recebe uma nova central multimídia Touch Pro de série, com uma tela de 10,25” sensível ao toque e compatibilidade Android Auto e Apple CarPlay. Ele conta também com comandos digitais para o ar-condicionado, painel de instrumentos pode ser substituído por um digital, com tela de 12,3”. Outro opcional é o carregador por indução para smartphones. 


De série, ele passa a ser equipado com sistema ClearSight Ground View, que mostra a imagem embaixo do carro, novo retrovisor, com uma tela HD que mostra a imagem da câmera de ré com um ângulo de até 50 graus, frenagem autônoma de emergência, assistente de permanência em faixa e outros itens. O Discovery Sport 2020 passa a ter 4,597 metros de comprimento, 2.741 metros entre os eixos, 1,727 metro de altura e 2,173 metros de largura, com ângulo livre de 212mm e ângulo de ataque de 25º e de saída de 30º. Os bancos da segunda fileira agora têm divisão 40/20/40. O porta-malas passou para 1.179 litros de capacidade até o teto (o que é permitido no Reino Unido), contra os 981 litros do modelo atual. O tanque de combustível passou de 54 para 65 litros. Na Europa ele deve ser vendido com motor 2.0 Turbo Diesel de 150cv e 38,7kgfm, e opção de 180cv e 43,8kgfm ou 240cv e 50,9kgfm. A gasolina ele oferece os motores 2.0 Ingenium Turbo de 200cv e 32,6kgfm, 250cv e 37,2kgfm, sempre com opção de câmbio manual de 6 marchas ou automático, de 9 marchas, Ele ainda estreia uma versão híbrido-leve de 48V, capaz de desligar o motor quando o carro estiver abaixo de 17km/h e o motorista estiver freando. A Jaguar Land Rover promete uma economia de até 6%, alcançando os 14,4km/l de rendimento. Ainda terá uma variante híbrida plug-in e outra com motor de três cilindros, ambas previstas para este ano.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

Volkswagen deve apresentar Polo reestilizado em 2021, de acordo com sindicato

Curiosidades: Os modelos mais vendidos do Brasil em 1981!

Peugeot 1008 deve ser apresentado na Europa em 2020, com plataforma CMP

Renault Megane Sedan vem ao Brasil até final de 2019, com motor 1.3 12v TCe Flex de 170cv

Iveco já testa nova geração do Daily no país, que pode chegar ainda em 2019 ao Brasil

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1995!

Nova geração do Nissan Sentra estreia em meados de 2019 com forte inspiração no novo Altima

Ford revela seus planos até 2022: novo Ka em 2021, nova EcoSport em 2019 e novo Focus e Fiesta em 2017