BMW X1 ganha face-lift na Europa com cara dos atuais utilitários esportivos da marca


A BMW apresentou as primeiras imagens do X1 reestilizado na Europa. O SUV compacto líder de mercado acaba de passar por novidades importantes que vão além do visual externo e interno. O X1 2020 começa a ser vendido na Europa ainda neste segundo semestre de 2020 e pode estrear no Brasil dentro de alguns meses. Visualmente, o X1 passa a ser vendido com grade dianteiras maiores, ficando mais próximo dos irmãos maiores como X3 e X5. Além disso ele ganha duas entradas de ar que se unem por uma pequena parte cromada e com faróis redesenhados nas suas laterais. Agora os mesmos podem contar com faróis de LEDs como opcional. O para-choque dianteiro é novo e recebe novas linhas, trocando os faróis de neblina por luzes diurnas horizontais, integradas à grade inferior. Na traseira, as lanternas passam a ser redesenhadas em um formato de “L”, com destaque sobre a tampa do porta-malas. As saídas de escape são novas e o para-choque traseiro também foi renovado. Com o pacote M Sport, o X1 ganha novos escapes e um pacote aerodinâmico com difusor de ar, saias laterais e um para-choque mais agressivo. 


As rodas podem ser de 18 ou 19 polegadas, dependendo da versão. No interior, as novidades ficam por conta apenas de um novo seletor de marchas igual aos novos carros da BMW e o quadro de instrumentos e os tapetes passam a ser novos. O acabamento interno pode receber detalhes com couro Dakota com cor que combina com a parte de baixo do painel e das laterais das portas. A central multimídia de 8,8 polegadas também é nova, enquanto a central de série é um pouco menor, de 6,5”. Sob o capô o X1 passa a ser vendido com os conhecidos motores 2.0 TwinPower Turbo a gasolina de 192cv ou 231cv, podendo trabalhar com tração dianteira ou integral xDrive. O câmbio é automático de 8 marchas e segundo a BMW, a versão mais cara acelera de 0 a 100km/j em 6,5 segundos e entrega um consumo médio de 15,8km/l. A BMW confirmou que em 2020 ele passa a ser vendido com um motor híbrido plug-in, que deve ser batizada de xDrive25e, com autonomia de 50km no modo elétrico. Ele deve ser equipado com motor 1.5 TwinPower Turbo que gera 125cv de potência para o eixo dianteiro e 95cv do motor elétrico no eixo traseiro. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jeep Renegade é convocado para recall no airbag que envolve 37.723 unidades

Fiat Doblò passa a ser vendido em versão única, Weekend ganha ar-condicionado e Uno chegam a 2020

Ford faz limpa no site e Fiesta, Focus, Focus Fastback e caminhões somem do portal

Hyundai revela as primeiras imagens e informações da nova geração do HB20

Ford confirma presença no Salão de Frankfurt para apresentar seus utilitários esportivos

Mercado, maio de 2019: Ferrari quadruplica vendas, VW e Chery aceleram e Ford tropeça para 7º

Veteranos, Chevrolet Montana e Cobalt chegam a linha 2020 apenas com novos preços

JAC inicia pré-venda do caminhão leve elétrico iET1200 no Brasil por R$259.990

Fiat apresenta linha 2020 da Toro com versão Endurance Diesel, Endurance manual e nova central

Site diz que Ford desenvolve F-150 Raptor com motor V8 para ser lançada em 2020