Nissan apresenta a nova geração do Sentra no Salão do Automóvel de Xangai como Sylphy


A Nissan apresentou a nova geração do Sylphy no Salão do Automóvel de Xangai, na China, sedã que é basicamente o nosso Sentra. A nova geração do sedã médio conta com a nova filosofia de design da Nissan e conversa muito com o que os novos Altima e Versa já anteciparam. Completamente renovado, o sedã traz linhas muito mais modernas e sensuais. A filosofia de design Vmotion 2.0 é um dos destaques do novo Sylphy/Sentra, além de receber nova mecânica e mais tecnologia. Em sua oitava geração, o sedã médio conta com um design mais arrojado e possui um centro de gravidade mais baixo. De acordo com a Nissan, ele foi desenvolvido com os conceitos vigor e confiança, traduzidos em um conceito de carroceria mais baixo e musculoso. Desenvolvido também com cuidado com o coeficiente aerodinâmico, o novo Sentra possui 0,26Cx de aerodinâmica. Com 4,64 metros de comprimento, 2,71 metros entre os eixos, 1,81 metro de largura e 1,45 metro de altura, a nova geração do Sentra está bem maior. Visualmente ele se destaca por oferecer uma carroceria mais fluída, tendo na dianteiras os faróis multifacetados Full LED e a grade dianteira em Vmotion 2.0 que vai até quase a base do para-choque. Há ainda detalhes em preto brilhante nos nichos dos faróis de neblina em “L”. 


Na traseira, ele conta com lanternas com LEDs e em estilo bumerangue, além dos para-choques com detalhes envolvente em baixo revelo. Assim como Altima e Versa, o novo Sylphy conta com as colunas C reforçadas pelos vincos laterais pretos, que deixam o teto flutuante. O interior também fica bem mais caprichado. O novo Sentra passa a ser equipado com três saídas de ar-condicionado e duas telas, sendo uma de 8 polegadas para a central multimídia e uma de 7 polegadas no computador de bordo. A Nissan destaca que a central multimídia possui conectividade com todos os celulares e aparelhos. Na mecânica ele foi apresentado com o motor 1.6 HR16DE Turbo que desenvolve 139cv de potência, junto a um câmbio automático CVT. A Nissan ainda traz um pacote opcionais chamado de Integrated Dynamic Control Module, que usa os freios de forma automática ao encontrar um buraco ou ondulação na via, de forma a melhorar a estabilidade e conforto do veículo ao passar pelo obstáculo. Ainda conta com aviso de colisão frontal, monitor de ponto cego, aviso de permanência em faixa, alerta de tráfego cruzado e mais.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Motores 1.0 e 1.4 EVO da Fiat devem se despedir do mercado a partir do segundo semestre desse ano!

Renault Megane Sedan vem ao Brasil até final de 2019, com motor 1.3 12v TCe Flex de 170cv

Curiosidades: Carros de Fórmula 1 tem o sistema ABS?

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Curiosidades: Os modelos mais vendidos no Brasil em 1990!

Land Rover lança programa para clientes PcD no Brasil para Discovery Sport e Range Rover Evoque

Nova geração da Chevrolet S10 chega em 2022, maior e ainda mais globalizada

Nova geração do Nissan Sentra estreia em meados de 2019 com forte inspiração no novo Altima

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1995!