Nissan apresenta a nova geração do Sentra no Salão do Automóvel de Xangai como Sylphy


A Nissan apresentou a nova geração do Sylphy no Salão do Automóvel de Xangai, na China, sedã que é basicamente o nosso Sentra. A nova geração do sedã médio conta com a nova filosofia de design da Nissan e conversa muito com o que os novos Altima e Versa já anteciparam. Completamente renovado, o sedã traz linhas muito mais modernas e sensuais. A filosofia de design Vmotion 2.0 é um dos destaques do novo Sylphy/Sentra, além de receber nova mecânica e mais tecnologia. Em sua oitava geração, o sedã médio conta com um design mais arrojado e possui um centro de gravidade mais baixo. De acordo com a Nissan, ele foi desenvolvido com os conceitos vigor e confiança, traduzidos em um conceito de carroceria mais baixo e musculoso. Desenvolvido também com cuidado com o coeficiente aerodinâmico, o novo Sentra possui 0,26Cx de aerodinâmica. Com 4,64 metros de comprimento, 2,71 metros entre os eixos, 1,81 metro de largura e 1,45 metro de altura, a nova geração do Sentra está bem maior. Visualmente ele se destaca por oferecer uma carroceria mais fluída, tendo na dianteiras os faróis multifacetados Full LED e a grade dianteira em Vmotion 2.0 que vai até quase a base do para-choque. Há ainda detalhes em preto brilhante nos nichos dos faróis de neblina em “L”. 


Na traseira, ele conta com lanternas com LEDs e em estilo bumerangue, além dos para-choques com detalhes envolvente em baixo revelo. Assim como Altima e Versa, o novo Sylphy conta com as colunas C reforçadas pelos vincos laterais pretos, que deixam o teto flutuante. O interior também fica bem mais caprichado. O novo Sentra passa a ser equipado com três saídas de ar-condicionado e duas telas, sendo uma de 8 polegadas para a central multimídia e uma de 7 polegadas no computador de bordo. A Nissan destaca que a central multimídia possui conectividade com todos os celulares e aparelhos. Na mecânica ele foi apresentado com o motor 1.6 HR16DE Turbo que desenvolve 139cv de potência, junto a um câmbio automático CVT. A Nissan ainda traz um pacote opcionais chamado de Integrated Dynamic Control Module, que usa os freios de forma automática ao encontrar um buraco ou ondulação na via, de forma a melhorar a estabilidade e conforto do veículo ao passar pelo obstáculo. Ainda conta com aviso de colisão frontal, monitor de ponto cego, aviso de permanência em faixa, alerta de tráfego cruzado e mais.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

Volkswagen deve apresentar Polo reestilizado em 2021, de acordo com sindicato

Curiosidades: Os modelos mais vendidos do Brasil em 1981!

Peugeot 1008 deve ser apresentado na Europa em 2020, com plataforma CMP

Renault Megane Sedan vem ao Brasil até final de 2019, com motor 1.3 12v TCe Flex de 170cv

Iveco já testa nova geração do Daily no país, que pode chegar ainda em 2019 ao Brasil

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1995!

Nova geração do Nissan Sentra estreia em meados de 2019 com forte inspiração no novo Altima

Ford revela seus planos até 2022: novo Ka em 2021, nova EcoSport em 2019 e novo Focus e Fiesta em 2017