Ford apresenta Mustang EcoBoost High Performance Package 2020 no Salão de Nova Iorque


A Ford apresentou no Salão do Automóvel de Nova Iorque o Mustang High Performance Package. A novidade se destaca por oferecer itens exclusivos no visual e alterações importantes no conjunto mecânico. A chegada na América do Norte fez com que o Mustang HPP ganhasse uma versão intermediária entre o EcoBoost e o GT. Com vendas a serem iniciadas no último trimestre do ano, ele conta com rodas de 19 polegadas, capa nos retrovisores com revestimento na cor cinza, emblemas para identificação da versão, faixas no capô, grade preta com logotipo descentralizado, spoiler e quatro saídas de escape na traseira. A versão ainda ganha o chamado FordPass Connect, equipamento padrão que passa a ser adotada em todas as versões, além de uma nova paleta de cores que inclui as tonalidades Grabber Lime, Red Hot Metallic Tinted Clearcoat, Twister Orange e Iconic Silver. Na mecânica, ele passa a ser equipado com o conhecido motor 2.3 EcoBoost, mas que desenvolve 334cv de potência e 48,4kgfm de torque, contra os 314cv do EcoBoost. De acordo com a Ford, as acelerações se tornaram mais rápidas e o ronco do motor foi aprimorado. O controle de estabilidade foi reajustado e o sistema de freios, considerado bastante eficiente, veio da versão GT.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Motores 1.0 e 1.4 EVO da Fiat devem se despedir do mercado a partir do segundo semestre desse ano!

Renault Megane Sedan vem ao Brasil até final de 2019, com motor 1.3 12v TCe Flex de 170cv

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Curiosidades: Carros de Fórmula 1 tem o sistema ABS?

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1995!

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1994!

Ford revela seus planos até 2022: novo Ka em 2021, nova EcoSport em 2019 e novo Focus e Fiesta em 2017

Curiosidades: Os veículos mais vendidos do Brasil em 1998!

Foton lança Aumark por R$77.900!

Volkswagen deve apresentar Polo reestilizado em 2021, de acordo com sindicato