Vazam as primeiras imagens da nova geração do Mercedes-Benz GLS, que estreia em NY


A Mercedes-Benz deixou vazar as primeiras imagens da nova geração do GLS, que deve estrear no Salão do Automóvel de Nova Iorque, amanhã. O SUV de luxo teve as imagens vazadas e deve adotar a nova linguagem visual da marca. Previsto para combater a chegada do BMW X7, a nova geração do GLS abandona as linhas quadradas da geração anterior e aposta em um design mais arredondado, além de uma linha de cintura mais marcante, lanternas e para-choques dianteiro e traseiro mais envolventes. Pelas imagens vazadas do interior, o GLS ganha mais espaço. Com um entre eixos que deve crescer cerca de 6 centímetros, chegando aos 3,13 metros, o interior recebeu as inovadoras telas touchscreen do quadro de instrumentos virtual e da central MBUX. A Mercedes não confirma, mas ele deve trazer a mesma gama de motores do Classe E. Entre as novidades estão um motor com sistema de 48V e um câmbio automático de 9 marchas. Nas tecnologias, ele deve trazer as mais recentes tecnologias da Mercedes, incluindo sistemas de auto-condução. O mais avançado deve ser um recurso que depende de sensores e mapear dados para desacelerar o carro automaticamente para curvas e paradas. 






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Motores 1.0 e 1.4 EVO da Fiat devem se despedir do mercado a partir do segundo semestre desse ano!

Curiosidades: Carros de Fórmula 1 tem o sistema ABS?

Renault Megane Sedan vem ao Brasil até final de 2019, com motor 1.3 12v TCe Flex de 170cv

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Nova geração do Nissan Sentra estreia em meados de 2019 com forte inspiração no novo Altima

Curiosidades: Você sabe como funciona o sensor de fadiga da Volkswagen?

Curiosidades: Os modelos mais vendidos no Brasil em 1990!

Curiosidades: Os veículos mais vendidos do Brasil em 1998!

Chevrolet confirma fim de linha do Captiva, depois de nove anos de mercado e mais de 60.000 unidades