Utilitário esportivo da Alpine será retrabalhado para ser o primeiro 100% elétrico da marca


Em 2017 a Alpine disse em entrevista que já desenvolvia o seu primeiro utilitário esportivo e que ele não demoraria para ser apresentado. Parece que os planos mudaram. A marca ainda desenvolve o SUV, mas ele deve ser o primeiro carro puramente elétrico da Alpine. Com o desenvolvimento do carro já em estágio avançado, o trabalho da Alpine (ou melhor, retrabalhado) vai ao encontro de que o “AS2” (como é conhecido internamente) venha a concorrer com a nova geração do Porsche Macan, que também será elétrico. Para obter lucros mais cedo, a marca francesa deve desenvolver um rival para o Porsche Macan, que deve se tornar o primeiro da marca. Detalhes são guardados sobre sigilo, mas tudo leva a crer que a ideia é seguir os passos da Porsche e desenvolver algo com a pegada do Macan. O projeto não deve começar do zero e o design beberia da mesma fonte do A110. O modelo da Alpine ainda deve aproveitar de toda a experiência do grupo Renault-Nissan para desenvolver o SUV. O papel mais difícil desse desenvolvimento será fazer com que o modelo tenha essa pegada esportiva, transferindo o DNA ao ser conduzido, algo que caracteriza muito o Macan da Porsche.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Motores 1.0 e 1.4 EVO da Fiat devem se despedir do mercado a partir do segundo semestre desse ano!

Curiosidades: Carros de Fórmula 1 tem o sistema ABS?

Renault Megane Sedan vem ao Brasil até final de 2019, com motor 1.3 12v TCe Flex de 170cv

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Nova geração do Nissan Sentra estreia em meados de 2019 com forte inspiração no novo Altima

Curiosidades: Você sabe como funciona o sensor de fadiga da Volkswagen?

Curiosidades: Os modelos mais vendidos no Brasil em 1990!

Curiosidades: Os veículos mais vendidos do Brasil em 1998!

Chevrolet confirma fim de linha do Captiva, depois de nove anos de mercado e mais de 60.000 unidades