McLaren deve produzir o seu primeiro chassi na nova unidade no Reino Unido


A McLaren confirmou que já produz o seu primeiro chassi na fábrica McLaren Composites Technology Centre, em Yorkshire, Reino Unido. A nova instalação da marca onde serão fabricados todos os chassis da marca, desenvolvidos em fibra de carbono que serão utilizados nos modelos da divisão McLaren Automotive. Inaugurada em 2018, essa unidade foi inaugurada pelo Duques de Cambridge e pelo príncipe de Bahrein, Salman bin Hamad Al Khalifa, e se encontram próximas da Universidade de Sheffield, a pouco menos de 300 quilômetros do McLaren Technology Centre, em Woking. Para colaborações, a McLaren Composites Technology Centre, de Sheffield, que também deve ser usado como Centro de Pesquisa e Desenvolvimento, além de habituais funções pedagógicas destinadas aos alunos da faculdade de engenharia de Sheffield, daí que a sede do novo MCTC tenha sido situada próximo do centro docente. Nesse novo centro serão fabricados a partir de 2020 todos os chassis monocasco de fibra de carbono que a marca utiliza em sua divisão de modelos de rua, a McLaren Automotive, e este primeiro chassi apresentado é, por enquanto, somente um protótipo.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Subaru se despede do WRX STi na Espanha com série especial Final Edition

Nova geração do Hyundai HB20 pode substituir 1.6 16v e 1.0 Turbo pelo 1.0 12v TGDI

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Volkswagen confirma que Tarek terá início da produção atrasada, na Argentina

Volkswagen Jetta GLI deve ser lançado em maio na América Latina; Brasil está na fila

Geely inicia construção de nova fábrica da Lotus, na China, na província de Hubei

Grupo VAG e PSA estariam interessados em comprar Jaguar-Land Rover da Tata

Nova geração da Toyota Hilux terá mesma plataforma F1 de Tacoma e Tundra

Mercedes-Benz revela eSprinter em testes de durabilidade de componentes na Suécia

Volkswagen estuda desenvolver um Golf R Plus com 400cv na oitava geração