Fiat deve ter uma linha mais completa de carros, na Europa, nos próximos anos


A Fiat deve ter um lineup mais completo do que o falecido ex-CEO da FCA, Sergio Marchionne, tinha proposto. Há alguns meses, o executivo tinha dito que a linha Fiat ficaria restrita à linha 500 (500, 500L e 500X), ao Panda e a outros poucos modelos como o Tipo, por exemplo. Mas os tempos mudaram e o novo CEO da FCA, Mike Manley, tem uma nova visão sobre a marca italiana. No Salão de Genebra, no mês passado, foi confirmado oficialmente o desenvolvimento do 500e de nova geração, que chega em 2020. O Centoventi Concept foi antecipado como futuro do Panda e a Fiat confirmou que deve trazer a Giardiniera, uma pequena station wagon do 500 aos moldes da MINI Clubman. A Fiat deve substituir todos os motores diesel atuais por sistema de propulsão híbrida e micro híbrida. O atual 500 deve receber o sistema de 48V, o 500X recebe um motor híbrido plug-in e a linha Tipo pode ganhar a companhia de um SUV com base na plataforma do médio. O retorno do Punto ainda é discutido, mas está confirmado – mesmo que nas entrelinhas, por Manley. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Subaru se despede do WRX STi na Espanha com série especial Final Edition

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Nova geração do Hyundai HB20 pode substituir 1.6 16v e 1.0 Turbo pelo 1.0 12v TGDI

Grupo VAG e PSA estariam interessados em comprar Jaguar-Land Rover da Tata

Volkswagen confirma que Tarek terá início da produção atrasada, na Argentina

Mercedes-Benz revela eSprinter em testes de durabilidade de componentes na Suécia

Volkswagen estuda desenvolver um Golf R Plus com 400cv na oitava geração

Subaru convoca recall de Legacy GT e Outback no Brasil com defeito no airbag

Volkswagen Gol, Voyage e Saveiro chegam à linha 2020 com pequenas novidades

Toyota e Suzuki cancelam o desenvolvimento de sedã baseado no Toyota Corolla