FCA nega fusão com a PSA, mas conversas existem sobre "super plataforma" para elétricos


Recentemente começou a surgir boatos de que a FCA e a PSA estariam estudando uma fusão. Vale lembrar que há poucos dias a mesma FCA disse que também estudava uma fusão com a Renault-Nissan-Mitsubishi, ou seja, o grupo ítalo-americano busca um parceiro para se sustentar no mercado internacional. Isso não significa nenhuma crise, mas reduções de custos sempre são bem-vindas para as marcas. O próximo alvo da FCA teria sido a PSA, de acordo com o The Wall Street Journal. Nesse caso, parece que a FCA não demonstrou muito interesse na parceria, de acordo com a publicação. Nesse caso, a PSA estava atrás da FCA para projetar uma fusão e uma possibilidade de união entre as marcas. A FCA não gostou da ideia porque iria aumentar a exposição dos carros na Europa, mercado onde os dois grupos são muito fortes. O intuito da PSA era ter parceria com algum grupo que tem influência nos Estados Unidos. Outro motivo para a rejeição da FCA seria a forma como o negócio seria feito. Como a PSA ainda está ajustando o caixa após a compra da Opel, a ideia da empresa era oferecer ações, algo que não agradou a família Agnelli, a maior acionista da FCA. Quando tudo estava sendo dado quase que por encerrado, surgiu uma nova notícia, de que os dois grupos estudam uma nova plataforma modular elétrica para ser usada por ambas. O site Automotive News Europe disse que os dois grupos estão buscando uma aliança que pode envolver investimentos no desenvolvimento de carros elétricos e no compartilhamento de componentes nos próximos anos. A meta é desenvolver uma “super plataforma”. Unindo as forças, o custo de desenvolvimento dessa plataforma pode não ser muito alto, o que seria benéfico para ambos os grupos. Detalhes sobre as negociações devem ser divulgados até o final deste primeiro semestre, mas desde já os CEOs de ambos os grupos já começam a se pronunciar. Pelo lado da PSA, Carlos Tavares disse que é a oportunidade de crescimento e por parte da FCA, Mike Manley deixou bem claro que observa a oportunidade para uma parceria forte. 


Fonte: Automotive News Europe/Automotive News Europe

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Subaru se despede do WRX STi na Espanha com série especial Final Edition

Nova geração do Hyundai HB20 pode substituir 1.6 16v e 1.0 Turbo pelo 1.0 12v TGDI

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Grupo VAG e PSA estariam interessados em comprar Jaguar-Land Rover da Tata

Volkswagen confirma que Tarek terá início da produção atrasada, na Argentina

Mercedes-Benz revela eSprinter em testes de durabilidade de componentes na Suécia

Volkswagen estuda desenvolver um Golf R Plus com 400cv na oitava geração

Subaru convoca recall de Legacy GT e Outback no Brasil com defeito no airbag

Volkswagen Gol, Voyage e Saveiro chegam à linha 2020 com pequenas novidades

Toyota e Suzuki cancelam o desenvolvimento de sedã baseado no Toyota Corolla