BMW estaria interessada em comprar a fábrica da Honda no Reino Unido, em Swindon


Com as marcas deixando de produzir no Reino Unido, a BMW parece estar indo no caminho contrário. A marca alemã confirmou que tem interesse em comprar a unidade de Swindon, no Reino Unido, da Honda. Atualmente responsável pela produção do Civic Hatch e do TypeR, a fábrica deve deixar de produzir carros a partir de 2021, sendo fechada em 2022. O interesse estaria ligado para a produção do X1 e pela falta de capacidade da fábrica da MINI em Oxford. O sucesso do X1 na Europa fez com que a decisão fosse tomada pela BMW, mesmo que essa não seja a medida que as demais marcas estariam seguindo. Com a produção de carros com a plataforma UKL1 na fábrica, acabaria beneficiando também a MINI. Atualmente a marca recebe os motores vindos de Hams Hall, perto de Birmingham e os painéis da carroceria chegam de uma estamparia localizada próxima de Swindon. Além dessa pulverizada rede de montagem do MINI, a BMW contratou a VDL Nedcar, na Holanda, para atender a demanda pelo MINI, incapaz de ser atendida pela fábrica de Oxford. No ano passado, a BMW vendeu quase 700 mil carros com a plataforma de tração dianteira no mundo todo, plataforma que seria produzida nas fábricas de Oxford e Swindon, abrindo espaço para a produção na Alemanha para carros de tração traseira. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Subaru se despede do WRX STi na Espanha com série especial Final Edition

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Nova geração do Hyundai HB20 pode substituir 1.6 16v e 1.0 Turbo pelo 1.0 12v TGDI

Grupo VAG e PSA estariam interessados em comprar Jaguar-Land Rover da Tata

Volkswagen confirma que Tarek terá início da produção atrasada, na Argentina

Mercedes-Benz revela eSprinter em testes de durabilidade de componentes na Suécia

Volkswagen estuda desenvolver um Golf R Plus com 400cv na oitava geração

Subaru convoca recall de Legacy GT e Outback no Brasil com defeito no airbag

Volkswagen Gol, Voyage e Saveiro chegam à linha 2020 com pequenas novidades

Toyota e Suzuki cancelam o desenvolvimento de sedã baseado no Toyota Corolla