Nova geração do BMW Série 7 deve se despedir de motores V8 e V12


Quem é purista e tem a intenção de comprar um Série 7, se apresse. A BMW confirmou que a nova geração do Série 7 não deve ser vendida com motores V8 e V12 como o modelo atual. A maioria das montadoras na Europa estão cortando os motores grandes de seu lineup e estão investindo em motores menores de quatro ou seis cilindros com maior rendimento, que podem ser associados ainda com motores elétricos, ajudando no desempenho. Tudo indica que o recém reestilizado Série 7 seja a última leva de carros com esses motores, que após ele devem ser substituídos pelos atuais motores 3.0 TwinPower Turbo junto com um elétrico. Atualmente ele faz o uso dos motores 6.0 V12 que desenvolve 608cv de potência e 86,6kgfm de torque, enquanto as versões 750i xDrive passa a ser vendida com motor 4.4 V8 revisado, que passa a desenvolver 530cv de potência, 81cv a mais, com torque de 76,4kgfm (um ganho de 10,2kgfm). Com esse motor, o sedã acelera de 0 a 100km/h em 3,9 segundos. A marca já oferece ao sedã o conjunto híbrido plug-in, que conta com o motor 3.0 TwinPower Turbo de seis cilindros em linha que desenvolve 284cv junto a um elétrico de 114cv que juntos desenvolvem 395cv de potência. Com esse motor, ele acelera de 0 a 100km/h em 4,9 segundos.


Fonte: BMW Blog

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MSO apresenta McLaren 720S Spider by MSO no Salão do Automóvel de Genebra

Retro e elétrico, Honda apresenta o e-Prototype Concept para o Salão de Genebra

Lamborghini apresenta o Huracán Evo Super Trofeo Collector no Salão de Genebra

Seu novo hatch, Tata apresenta o Altroz e Altroz EV Concept no Salão de Genebra

SUV subcompacto, Tata revela o H2X Concept no Salão do Automóvel de Genebra

Nova picape da Ford, nova Courier, deve ter opção de cabine simples e estendida

Volkswagen deve passar a oferecer o up! em três novas versões na linha 2020

Símbolos de uma nova GM, Chevrolet Cruze e Volt saem de linha nos EUA

No Brasil, Toyota Corolla Hybrid usará o motor 2.0, que oferece mais força que o 1.8

Ford convoca recall de 4.346 unidades de Ka e Ka Sedan com defeito no airbag