Ferrari apresenta a F8 Tributo, para o Salão de Genebra, que substitui a 488 GTB


A Ferrari foi ao Salão do Automóvel de Genebra para apresentar a substituta da 488 GTB, a F8 Tributo. Mais elegante, a F8 traz uma evolução do design da 488 e abre uma nova linguagem visual da Ferrari e presta uma homenagem à 308 GTB. A homenagem está na sua traseira, com lanternas duplas e a tampa do motor Lexan é uma reminiscência da icônica F40. Ela possui ainda novos faróis de Full LED, pacote aerodinâmico mais evoluído com duas bocas inferiores com duto central como na F1 no para-choque de desenho mais agressivo, assim como as lanternas com quatro lentes circulares de aspecto expressivo e as saídas de ar sob o conjunto ótico traseiro. O sistema de escape se mantém no mesmo lugar com as duas bocas cromadas, mas o para-choque agora tem difusor de ar mais volumoso. As saídas de ar laterais da Ferrari F8 Tributo são iguais às da 488 GTB, exceto pelo novo aplique em fibra de carbono na parte superior da mesma. Portas, teto, janelas e retrovisores são idênticos ao da 488, mas a parte inferior das laterais contam com defletores de ar mais proeminentes e próximo das rodas traseiras, que são novas. O volante é quase o mesmo da atual 488, com raio inferior menor e luzes de mudança de marcha na parte superior do aro. O quadro de instrumentos agora possui novo grafismo e cor amarela no lugar da vermelha de antes. Os difusores de ar são circulares na F8 Tributo e os comandos de som e climatização foram renovados. O painel recebeu novo acabamento em couro costurado. O console central possui quase o mesmo design e conta com botões de marcha mais próximos e destacados. Os bancos esportivos também são completamente novos com couro e faixas vermelhas centralizadas. Para o passageiro, uma tela retangular de 7 polegadas é novidade. Na parte técnica, o bólido vem com o Slip Angle Control versão 6.1. Com 1.330kg, ela possui motor 3.9 V8 Twin-Turbo que desenvolve 720cv de potência e torque de 73,4kgfm, que oferece força extra de 50cv e 1kgfm sobre a GTB. A aceleração de 0 a 100km/h é feita em 2,9 segundos, chegando aos 200km/h em 7,8 segundos e possui a velocidade máxima de 340km/h. Em relação à antecessora, ela ainda emagreceu 40kg. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Frankfurt, BMW confirma Série 8, X7 e Z4 para 2018 na Europa e em 2019 para o Brasil

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Nova geração da Chevrolet S10 chega em 2022, maior e ainda mais globalizada

Renault Megane Sedan vem ao Brasil até final de 2019, com motor 1.3 12v TCe Flex de 170cv

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1995!

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

Motores 1.0 e 1.4 EVO da Fiat devem se despedir do mercado a partir do segundo semestre desse ano!

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2001!

Retrômobilismo#95: a bonanza da vida originou uma versão menos da Chevrolet Veraneio, a Bonanza!

Curiosidades: Você sabe como funciona o sensor de fadiga da Volkswagen?