Volkswagen define fábrica de Chattanooga para produzir elétricos com plataforma MEB


Atualmente responsável pela produção de Passat e Atlas, a fábrica de Chattanooga, no Tennessee, deve ser a unidade responsável pela produção da família de elétricos ID. Essa será a unidade de produção na América do Norte e que deve abastecer os demais países vizinhos, além de América Central e do Sul. O primeiro carro da ID a ser produzido na unidade deve acontecer dentro de três anos, ou seja, até 2022. Até lá, o mercado norte-americano deve ser abastecido com as unidades produzida na Europa. Recentemente a unidade de Chattanooga recebeu investimento de US$800 milhões para receber a produção de carros com a plataforma modular elétrica MEB. Com a produção da família de elétricos no país serão criados cerca de nove mil novos empregos. O primeiro elétrico a ser produzido no Tennessee será o ID Crozz, que chega em 2022. Em sequência devem ser produzidos os modelos ID Buzz, podendo passar pelo Neo (ID) e o ID Vizzion. O Grupo VAG confirmou que terá oito fábricas no mundo para produzir os carros elétricos do grupo, nos continentes: Europa, Ásia e América do Norte. Com isso, a meta da VAG é chegar até 2025 com ritmo anual de 1 milhão de elétricos por ano e até lá 20 novos carros devem ser lançados, especialmente para as marcas Volkswagen e Audi. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CAOA fecha acordo com Ford para a fábrica de São Bernardo do Campo (SP)

Ford Territory deve ser lançado no Brasil, por pressão dos concessionários

Fechado em janeiro em Detroit, Ford e Volkswagen assinam acordo de parceria

Kia inicia importação da nova geração do Cerato ao Brasil em lote de 2.400 unidades

Nissan Juke de segunda geração é flagrado pela primeira vez com camuflagem zebrada

Hyundai Venue é flagrado com pouca camuflagem na Índia e estreia dia 17

Chevrolet Onix e Prisma Joy devem receber mesmo design das atuais versões LT e LTZ

Renault vende todo primeiro lote do Zoe e já confirma encomenda de segundo lote

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Segundo revista, Jeep Cherokee retorna ao mercado em agosto, já reestilizado