Tesla demite 7% do seu pessoal a fim de baratear seus carros em um curto espaço de tempo


Depois de confirmar uma nova fábrica na China e na busca de bater um novo recorde de produção, a Tesla anunciou recentemente um recall que afetou seus carros com defeito do airbag da Takata. Agora, a Tesla confirmou que deve demitir cerca de 7% de seus funcionários. Em carta enviada por Elon Musk, CEO da marca, disse que o último ano foi o mais desafiador na história da companhia. "Embora tenhamos feito grandes progressos, nossos produtos ainda são caros demais para a maioria das pessoas", disse Musk em carta enviada por e-mail aos funcionários. A redução de 7% de seus funcionários é uma medida necessária para a empresa cumprir o cronograma de produção do Model 3, mas não informou quantos trabalhadores serão atingidos. Em um post do seu blog, Elon também disse que a companhia está realizando essa redução de pessoal enquanto tenta chegar a mais consumidores que possam pagar por seus carros, a fim de conseguir barateá-los a um curto prazo. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CAOA fecha acordo com Ford para a fábrica de São Bernardo do Campo (SP)

Ford Territory deve ser lançado no Brasil, por pressão dos concessionários

Fechado em janeiro em Detroit, Ford e Volkswagen assinam acordo de parceria

Kia inicia importação da nova geração do Cerato ao Brasil em lote de 2.400 unidades

Nissan Juke de segunda geração é flagrado pela primeira vez com camuflagem zebrada

Hyundai Venue é flagrado com pouca camuflagem na Índia e estreia dia 17

Chevrolet Onix e Prisma Joy devem receber mesmo design das atuais versões LT e LTZ

Renault vende todo primeiro lote do Zoe e já confirma encomenda de segundo lote

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Segundo revista, Jeep Cherokee retorna ao mercado em agosto, já reestilizado