Mercedes-Benz revela segunda geração do CLA no CES, que adota tecnologias do Classe A


A Mercedes-Benz enfim apresentou a segunda geração do CLA nos Estados Unidos. Revelado durante o CES 2019, o sedã cupê passa a ser mais moderno e atraente. A fabricante ainda estuda reduzir a idade média de suas gerações e o novo CLA terá papel importante nessa missão. Assim como o novo Classe A, o CLA 2020 chega com design mais aerodinâmico. Desenvolvido sobre a plataforma modular MFA2, o CLA passa a ter coeficiente aerodinâmico de 0,23Cx. No design, o CLA fica um mini-CLS, com uma inspiração clara no irmão maior. Mais dinâmico, o design do sedã não foge à regra da casa e tem proporções do carro e desenho dos faróis, grade dianteira e para-choques que o deixam com aspecto mais agressivo. Ainda um sedã cupê, o novo CLA passa a ter 4,68 metros de comprimento (4,8cm a mais), 2,72 metros de entre-eixos (3cm a mais), 1,83 metro de largura (5,3cm a mais) e 1,43 metro de altura (menos 2cm), enquanto o porta-malas cresceu 10 litros e chega a 460 litros. No interior, tudo é novo – e moderno. O Classe A 2019 ganha como destaque a nova central multimídia MBUX. Chamada de Mercedes-Benz User Experience, a central deve ser tão moderna como um computador. As siglas MBUX deve representar a última geração de centrais multimídia. 


Nas versões de entrada deve oferecer tela de 7 polegadas com uma central touch screen, enquanto as versões intermediárias contarão com uma tela maior, de 10,25 polegadas, enquanto as versões topo de linha devem usar duas telas de 10,25 polegadas, sendo uma para o quadro de instrumentos e outra para central multimídia. Independentemente da versão, a central multimídia tem o poder de processamento de um computador de última geração. Ela possui processador de seis núcleos, chip gráfico fornecido pela nVidia e tem memória com 8 GB de RAM. Segundo a empresa, o MBUX agora é capaz de entender instruções e pedidos mais complexos. Por exemplo, agora será possível perguntar: "Quais são os restaurantes asiáticos mais próximos que oferecem cardápio infantil, exceto restaurantes chineses e japoneses?". A atualização fez com que a central também passasse a entender gestos para executar tarefas diferentes. Ele ainda possui o moderno modo semi-autônomo, permitindo que ele auxilie o motorista em movimento. Ele foi apresentado primeiro na versão 250, equipada com motor 2.0 Turbo de 221cv de potência e 35,7kgfm de torque, associado ao câmbio automático de dupla embreagem de 7 marchas. A suspensão traseira é multilink com sistema de redução de vibrações e barulho, além de uma barra estabilizadora maior para redução da rolagem da carroceria, enquanto a suspensão com amortecedores adaptativos também será oferecida como opcional. Além disso, ele conta com funções semi-autonomas, como controle de cruzeiro adaptativo, park assist, frenagem autônoma de emergência, entre outros. Para comemorar o lançamento, o CLA recebeu a série especial Edition Orange. Ela se diferencia pelos detalhes em laranja na dianteira, traseira, rodas e interior. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração de Chevrolet Onix deve ser vendida somente com motor 1.0 Turbo, inicialmente

Investimento em Goiana (PE) e Betim (MG) devem resultar em quatro SUVs de Fiat e Jeep

De acordo com site, FCA deve manter 1.8 16v EtorQ em linha até, pelo menos, 2025

Skoda apresenta oficialmente o Citigo-E iV com motor elétrico com autonomia de 265km

Ford EcoSport passa a ser vendido com opção de teto bicolor na versão FreeStyle

Peugeot registra patentes da nova geração da 508 SW, mas station infelizmente não vem

Firme e forte na China, Ford apresenta novo Taurus 2020 com mudanças visuais

Volkswagen descarta desenvolvimento de T-Cross com versões para PcD

Ferrari apresenta SF90 Stradele Hybrid, que se torna a Ferrari mais potente já produzida

Fiat 500X chega a marca de 500 mil unidades em cinco anos de lançamento