General Motors não deve apostar mais em híbridos e foca 100% no desenvolvimento de elétricos


O fim do Volt em muito tem a ver com o nascimento do Bolt. Confuso? Nem tanto. A GM confirmou nessa semana que deve abandonar o desenvolvimento de carros híbridos para apostar 100% em carros puramente elétricos. A disputa mundial em desenvolver carros movidos a eletricidade fez com que o grupo norte-americano perdesse o interesse no desenvolvimento de híbridos, confirmou a própria GM no Salão de Detroit. A informação foi dada por Mark Reuss, Presidente da General Motors, que disse que "não se pode gastar dinheiro para forçar o cliente a carregar coisas extras que talvez não sejam necessárias. Os híbridos são apenas contramedidas para motores a combustão. O ideal é aplicar recursos para obter respostas reais, como fornecer ao cliente uma solução sustentável, acessível e com emissões zero", disse o executivo na coletiva de imprensa da marca. Com isso, a marca deve apostar em carros elétricos e a Cadillac deve ser a líder do grupo nesse quesito de desenvolvimento de elétricos a curto e médio prazo. Logo, o fim do Volt faz sentido, assim como cancelamento de todos os SUVs que ganhariam uma versão PHEV nos próximos anos. 


Fonte: InsideEVs

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CAOA fecha acordo com Ford para a fábrica de São Bernardo do Campo (SP)

Ford Territory deve ser lançado no Brasil, por pressão dos concessionários

Fechado em janeiro em Detroit, Ford e Volkswagen assinam acordo de parceria

Kia inicia importação da nova geração do Cerato ao Brasil em lote de 2.400 unidades

Nissan Juke de segunda geração é flagrado pela primeira vez com camuflagem zebrada

Hyundai Venue é flagrado com pouca camuflagem na Índia e estreia dia 17

Chevrolet Onix e Prisma Joy devem receber mesmo design das atuais versões LT e LTZ

Renault vende todo primeiro lote do Zoe e já confirma encomenda de segundo lote

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Segundo revista, Jeep Cherokee retorna ao mercado em agosto, já reestilizado