Ford lança o reestilizado Fusion no Brasil, sem opção de motor Flex, por R$149.900


Com uma estratégia ousada de produzir apenas SUVs e picapes, a Ford apresentou o derradeiro face-lift do Fusion, visto que o futuro do sedã ainda é incerto, apesar de todo sucesso comercial do carro no país. Ele adere às mesmas mudanças do modelo norte-americano e encareceu. Isso porque o face-lift fez com que o sedã perdesse o motor 2.5 16v Flex e passou a ser vendido apenas nas versões SEL e Titanium, sempre com câmbio automático de 6 marchas, com tração dianteira na SEL e integral na Titanium. A Ford ainda manteve em linha a verde versão do Fusion, a Titanium Hybrid. Apresentado no Salão de Nova Iorque do ano passado, o reestilizado Fusion, que recebeu mais uma novidade visual em menos de três anos nos EUA – e que deve se repetir no Brasil. A linha 2019 se destaca por trazer nova grade dianteira e novos faróis de neblina. Além disso, ele passa a ser vendido com mais itens de segurança, como controle de cruzeiro adaptativo Co-Pilot360 Assist. Além da nova grade dianteira e das mudanças nos faróis de neblina, o sedã ganha novo para-choque dianteiro e traseiro, novo layout das lanternas, nova tampa do porta-malas e novas rodas de liga leve. Imagens do interior não foram reveladas, pois nada muda no acabamento interno. 


De acordo com Fabrizzia Borsari, gerente de marcas da Ford, diz: “O Fusion é um produto reconhecido pela qualidade, que se destaca pela segurança, tecnologia, conforto, desempenho, espaço, equipamentos e tem um papel importante para a marca”. Ela conclui: “Na linha 2019, buscamos reforçar o que os clientes mais valorizam no veículo.”. O sedã vem nas cores branco Sibéria, vermelho Vermont, preto Astúrias, prata Dublin e cinza Moscou, além da prata Sevilla, esta exclusiva da versão Hybrid. Na mecânica, ele mantém o 2.0 16v EcoBoost que desenvolve 248cv de potência com torque de 38,5kgfm (aumento de 14cv de potência e 4kgfm de torque), acoplado a um câmbio automático de 6 velocidades e com tração dianteira ou tração integral AWD. O Fusion Hybrid deve estar disponível a partir de Outubro com motor 2.0 16v a gasolina que desenvolve 145cv de potência e 17,8kgfm de torque com um elétrico que desenvolve 120cv de potência e 24,2kgfm de torque. Com potência combinada, o sedã desenvolve 190cv de potência com torque de 24,2kgfm e é acoplado a um câmbio automático CVT. Segundo a Ford, quando usado apenas no motor elétrico, o Fusion recebeu melhorias na bateria, que passa a ter uma autonomia de 96km. Ele acelera de 0 a 100km/h em 9,8 segundos e consegue fazer cerca de 16,8km/l na cidade e 15,1km/l na estrada.


Fusion SEL
De série ele será equipado com seletor E-shifter, chave com sensor de presença, abertura e partida sem chave (Ford Power), grade dianteira com controle ativo, faróis com luz diurna de LED, rodas de liga leve 18”, sensor de monitoramento individual de pressão dos pneus e sistema de conectividade SYNC 3 com 11 alto-falantes, compatível com Apple CarPlay e Android Auto. sistema Auto Start-Stop, partida remota e rodas de liga leve com outro desenho. O teto solar, que era opcional por R$4.000, agora passa a ser de série. Por fim, oito airbags, ar-condicionado dual zone, direção elétrica, partida remota, entrada e partida sem chave, bancos dianteiros aquecidos, cintos traseiros com airbags, entre outros.


Fusion Titanium

Adiciona bancos dianteiros refrigerados, conjunto ótico full LED e aerofólio traseiro fazem parte do pacote, que inclui a tração permanente nas quatro rodas. Agora ele passa a ser vendido de série com pacote de assistentes Co-Pilot360, enquanto as versões básicas vem com frenagem automática de emergência com detecção de pedestres, sensor de ponto cego, assistente de permanência em faixa, faróis altos automáticos, sensor de chuva, sensor crepuscular e câmera de ré com aviso de tráfego cruzado. O controle de cruzeiro adaptativo ganha a função stop-and-go, capaz de parar o veículo e voltar a acelerar, seguindo o carro à frente, ao mesmo modo que a central multimídia SYNC3 pode ter comando por voz. 


Preços
  • Fusion SEL 2.0 – R$ 149.900 (antes era R$ 128.900)
  • Fusion Titanium 2.0 AWD – R$ 179.900 (antes era R$ 159.900)
  • Fusion Titanium 2.0 Hybrid – R$ 182.990 (antes era R$ 164.900)




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Motores 1.0 e 1.4 EVO da Fiat devem se despedir do mercado a partir do segundo semestre desse ano!

Renault Megane Sedan vem ao Brasil até final de 2019, com motor 1.3 12v TCe Flex de 170cv

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Curiosidades: Carros de Fórmula 1 tem o sistema ABS?

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1995!

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1994!

Curiosidades: Os veículos mais vendidos do Brasil em 1998!

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Foton lança Aumark por R$77.900!

Volkswagen deve apresentar Polo reestilizado em 2021, de acordo com sindicato