Cadillac pode passar a importar CT6 da China após fechamento de fábrica em Michigan


A Cadillac deu início às vendas do CT6 na versão esportiva CT6-V, que foi apresentado em 2018 nos EUA. Esgotado em questão de horas, as 275 unidades já foram vendida pelo valor de US$89.785. Apesar do lançamento da versão esportiva e limitada, a fábrica responsável pelo CT6 deve ser uma a serem fechadas pela GM ainda em 2019. A GM não confirmou o fim de linha do Cadillac CT6 e o grupo norte-americano diz que estuda um novo local para a produção do sedã, como alternativa para mantê-lo vivo no mercado. A atual fábrica de Detroit-Hamtramk, em Michigan, foi uma das escolhidas para ser fechada dentro de alguns meses. Com isso, o caminho mais fácil e mais difícil seria importar o CT6 da China. Mais fácil porque de acordo com a Cadillac China, não seria problema produzir as demais versões do sedã no país asiático. A mais difícil é que essa é a opção menos preferida da General Motors, por questões de carga tributária impostas pelos governos de EUA e China na recente “guerra comercial” entre os países. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CAOA fecha acordo com Ford para a fábrica de São Bernardo do Campo (SP)

Ford Territory deve ser lançado no Brasil, por pressão dos concessionários

Fechado em janeiro em Detroit, Ford e Volkswagen assinam acordo de parceria

Kia inicia importação da nova geração do Cerato ao Brasil em lote de 2.400 unidades

Nissan Juke de segunda geração é flagrado pela primeira vez com camuflagem zebrada

Hyundai Venue é flagrado com pouca camuflagem na Índia e estreia dia 17

Chevrolet Onix e Prisma Joy devem receber mesmo design das atuais versões LT e LTZ

Renault vende todo primeiro lote do Zoe e já confirma encomenda de segundo lote

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Segundo revista, Jeep Cherokee retorna ao mercado em agosto, já reestilizado