Cadillac pode passar a importar CT6 da China após fechamento de fábrica em Michigan


A Cadillac deu início às vendas do CT6 na versão esportiva CT6-V, que foi apresentado em 2018 nos EUA. Esgotado em questão de horas, as 275 unidades já foram vendida pelo valor de US$89.785. Apesar do lançamento da versão esportiva e limitada, a fábrica responsável pelo CT6 deve ser uma a serem fechadas pela GM ainda em 2019. A GM não confirmou o fim de linha do Cadillac CT6 e o grupo norte-americano diz que estuda um novo local para a produção do sedã, como alternativa para mantê-lo vivo no mercado. A atual fábrica de Detroit-Hamtramk, em Michigan, foi uma das escolhidas para ser fechada dentro de alguns meses. Com isso, o caminho mais fácil e mais difícil seria importar o CT6 da China. Mais fácil porque de acordo com a Cadillac China, não seria problema produzir as demais versões do sedã no país asiático. A mais difícil é que essa é a opção menos preferida da General Motors, por questões de carga tributária impostas pelos governos de EUA e China na recente “guerra comercial” entre os países. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen convoca recall onde terá que recomprar 194 unidades de homologação

Antecipando novidades para o Brasil, Honda apresenta HR-V Touring no Japão

Curiosidades: Chevrolet, Mercedes-Benz e FCA foram as que mais convocaram recall em 2018

Toyota convoca mega recall que envolve 379.689 unidades de Hilux, SW4, Etios, Etios Sedan, Corolla e Fielder

Nova geração da Chevrolet S10 chega em 2022, maior e ainda mais globalizada

Volkswagen comemora a marca de 5 milhões de unidades do Tiguan em 11 anos de produção

Ford registra patente de motor V8 híbrido, que deve ser usado pelo Mustang em 2020

Ford concede sinal verde para desenvolvimento da nova Courier, em entrevista

Renault Twingo ganha face-lift na Europa para o Salão do Automóvel de Genebra

Volkswagen passa a vender minivan Touran com motor 1.0 12v TSI e 2.0 TDI revisado