Jeep Grand Commander pode dar origem a SUV da Chrysler, que será batizado de Journey


Desde a fusão entre Fiat e Chrysler, a FCA viu a Chrysler ficar apenas com dois automóveis: o 300C e a Town&Country, substituída pela Pacifica em 2015. O 300C deve deixar de ser produzido em 2020 e só com a Pacifica deixaria a situação da Chrysler bem complicado. Com isso, a Dodge deve matar o Journey e lança-lo como Chrysler Journey, visto que a Dodge deve desenvolver apenas carros esportivos. De acordo com o site Allpar, a Chrysler deve apresentar dois SUVs. O primeiro deles deve ser o Journey, que chega como Chrysler em 2020. A ideia é que a Jeep dê para a Chrysler o Grand Commander, SUV de sete lugares desenvolvido para a China, com motor 2.0 Turbo de 270cv de potência, o mesmo do Wrangler. O SUV ainda seria produzido nos EUA, na mesma fábrica que monta o Cherokee. A Chrysler também trabalha num segundo carro, que deve ser uma versão crossover do Dodge Charger, que também deve migrar para a marca. Além da Pacifica, a Chrysler deve apresentar uma minivan elétrica, a Portal, que chega em 2020, mesmo ano que a Pacifica deve passar por sua primeira reestilização. 


Projeção: Mopar Inside

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Subaru se despede do WRX STi na Espanha com série especial Final Edition

CAOA fecha acordo com Ford para a fábrica de São Bernardo do Campo (SP)

Nova geração do Hyundai HB20 pode substituir 1.6 16v e 1.0 Turbo pelo 1.0 12v TGDI

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Mercedes-Benz revela eSprinter em testes de durabilidade de componentes na Suécia

Renault vende todo primeiro lote do Zoe e já confirma encomenda de segundo lote

Volkswagen estuda desenvolver um Golf R Plus com 400cv na oitava geração

Volkswagen confirma que Tarek terá início da produção atrasada, na Argentina

Ford Territory deve ser lançado no Brasil, por pressão dos concessionários

Subaru convoca recall de Legacy GT e Outback no Brasil com defeito no airbag