Audi Q7 deve ser reestilizado no Salão de Frankfurt e ganhar tecnologias presentes no Q8


Depois do lançamento do Q8, a Audi deve preparar novidades para o Q7 durante o Salão do Automóvel de Frankfurt, em setembro. O SUV familiar deve passar por suas primeiras visuais dessa geração. Já em testes na Europa, o SUV deve receber novos para-choques dianteiro e traseiro, nova grade dianteira e novos faróis com tecnologia de LED. Opcionalmente ele deve ser oferecido com faróis a laser. No interior, o Q7 deve receber um novo console central com duas telas tácteis em um ângulo de inclinação cômoda para o condutor para evitar reflexos. E como não poderia ser de outra maneira, o quadro de instrumentos será digital. A central multimídia deve passar por mudanças e também será idêntica à que é usada no Q8. A mesma ainda deve oferecer mais serviços online e novas opções de conectividade. Na mecânica, ele recebe ajustes na versão híbrida plug-in, bem como na versão esportiva SQ7. Ele foi flagrado rodando em testes durante o rigoroso inverno da Escandinávia, no norte da Europa. O SUV testa novos componentes e recursos que devem fazer sua estreia no Salão de Genebra. No Brasil, as mudanças devem aparecer no primeiro semestre de 2020. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Subaru se despede do WRX STi na Espanha com série especial Final Edition

CAOA fecha acordo com Ford para a fábrica de São Bernardo do Campo (SP)

Nova geração do Hyundai HB20 pode substituir 1.6 16v e 1.0 Turbo pelo 1.0 12v TGDI

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Mercedes-Benz revela eSprinter em testes de durabilidade de componentes na Suécia

Renault vende todo primeiro lote do Zoe e já confirma encomenda de segundo lote

Volkswagen estuda desenvolver um Golf R Plus com 400cv na oitava geração

Volkswagen confirma que Tarek terá início da produção atrasada, na Argentina

Ford Territory deve ser lançado no Brasil, por pressão dos concessionários

Subaru convoca recall de Legacy GT e Outback no Brasil com defeito no airbag