Mitsubishi apresenta a reestilizada L200 Triton na Tailândia, com nova filosofia de design


A Mitsubishi salvou a vida de um projeto ao apresentar o face-lift da atual geração da L200 Triton. Lançada em 2014, com um design que causou muita polêmica em todo o mundo, a L200 Triton não causou boa impressão, pelo menos no mercado brasileiro. Agora, o face-lift chega com a missão de reverter esse jogo. Com 40 anos e cinco gerações, a picape foi bem a mais de um simples face-lift. A reforma ganhou uma nova dianteira e traseira. Começando pela frente, a L200 Triton 2019 passa a ser vendida com a mesma dianteira dos últimos lançamentos da Mitsubishi, com um “X”, conhecido como Dynamic Shield. Ela traz elementos do Eclipse Cross e Pajero Sport e combina muito mais com a picape que o desenho anterior. Além da dianteira, a Mitsubishi tratou de mudar as caixas de roda, que estão estendidas e com um design mais encorpado, uma mudança bem rara para reestilizações. A traseira muda menos ao ganhar novas lanternas, com novo desenho, e um novo para-choque. A picape ainda ganha um modo offroad com ajustes específicos para cascalho, lama/neve, areia e pedra. Selecionando entre os modos, a picape deve adequar a condução de acordo com o terreno, com mudança na potência, transmissão e frenagem para controlar o quanto as rodas giram, melhorando a tração em terrenos difíceis. O sistema de controle de descida é outro auxílio, gerenciando a velocidade da picape em descidas muito inclinadas ou escorregadias. Entre as tecnologias, a picape passa a ser vendida com frenagem pré-colisão que detecta carros e pessoas à frente do veículo, Ultrasonic Misacceleration Mitigation (que reduz o risco de acidentes causados ao acelerar demais por engano em um espaço apertado), além de sensor de ponto cego e alerta de tráfego cruzado. Na mecânica, a Mitsubishi apenas confirmou a substituição do câmbio automático de 5 marchas por um automático de 6 marchas, melhorando o desempenho da picape, conforto e reduzindo o consumo de combustível. Ganha ainda novos discos de freios na dianteira, enquanto na traseira os amortecedores estão maiores para melhorar o conforto. Aqui, o face-lift deve demorar um pouco para chegar, possivelmente apenas em 2020. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jeep Renegade é convocado para recall no airbag que envolve 37.723 unidades

Fiat Doblò passa a ser vendido em versão única, Weekend ganha ar-condicionado e Uno chegam a 2020

Ford faz limpa no site e Fiesta, Focus, Focus Fastback e caminhões somem do portal

Hyundai revela as primeiras imagens e informações da nova geração do HB20

Ford confirma presença no Salão de Frankfurt para apresentar seus utilitários esportivos

Veteranos, Chevrolet Montana e Cobalt chegam a linha 2020 apenas com novos preços

JAC inicia pré-venda do caminhão leve elétrico iET1200 no Brasil por R$259.990

Site diz que Ford desenvolve F-150 Raptor com motor V8 para ser lançada em 2020

Fiat apresenta linha 2020 da Toro com versão Endurance Diesel, Endurance manual e nova central

Volkswagen apresenta Jetta GLI no país, com 230cv de potência, por R$144.990