Honda lança oficialmente a nova geração do Accord na versão topo Touring por R$198.500


Com 41 anos de idade e em sua décima geração, o Honda Accord chega a sua décima encarnação no mercado. Apresentado no ano passado nos Estados Unidos, o sedã passa a contar com a nova filosofia da Honda e passa por um processo de downsizing na mecânica ao trocar o conjunto V6 pelo Turbo. Medindo 4,88 metros de comprimento, 2,83 metros de entre-eixos, 1,86 metro de largura, 1,45 metro de altura e 574 litros no porta-malas, o novo Accord parece um "Grand Civic". Chegando com uma plataforma 32% mais rígida, desenvolvida para aceitar as novas tecnologias que tornam o sedã mais seguro, confortável e conectado. A carroceria possui 54,2% de aço de alta resistência. Na sua construção, fica então, com um ganho de 29% de aço de ultra alta resistência. A carroceria também tem 5,9% de alumínio e pesa 5% a menos que a anterior. O sedã recebeu também suspensão com braços em alumínio e direção com duplo pinhão para filtrar melhor os movimentos. No design, destaque para os faróis Full LED com nove projetores independentes, grade com barra superior cromado, além de para-choque com grande abertura central em “V” aberto. O novo Accord conta com para-brisa mais inclinado, o que melhor seu coeficiente aerodinâmico, enquanto as colunas C foram bem puxadas, aumentando a sensação de estarmos vendo um coupê ou fastback, com tampa do porta-malas curta e grande vidro traseiro. Na traseira, o sedã oferece lanternas envolventes e divididas pela tampa do porta-malas. No interior, o novo Accord conta com design simples, principalmente pelo desenho do console central, apesar dos botões de marchas, freio de estacionamento eletrônico e outros dispositivos agregados. O volante multifuncional é bem completo e passa a oferecer paddle-shifts atrás do volante. A central multimídia conta com conectividade Android Auto e Apple CarPlay e possui tela de 8 polegadas. 


A central ainda oferecer o Honda Link, que oferece serviços de assistência em emergência, bloqueio/desbloqueio remoto e partida do motor, rastreamento de veículo roubado, diagnóstico remoto, georreferência, rastreamento de velocidade, entre outros. O quadro de instrumentos passa a ter uma tela TFT de 7 polegadas e mostra os mostradores digitais de norma analógica. Entre os destaques dessa geração ainda estão HUD, carregamento do dispositivo móvel sem fio, emparelhamento automático do telefone via Bluetooth® com a tecnologia de comunicação Near Field, o sistema Wi-Fi, 4G LTE e Wi-Fi ativo para outros aparelhos. O sistema de áudio tem 10 alto-falantes e 450 watts. O sedã ainda oferece os dois modos de condução: Normal e Sport. Cada um deles conta com uma combinação diferente de "personalidade", com chassis e dirigibilidade, incluindo a nova direção de direção elétrica de velocidade variável (EPS), transmissão automática, acelerador drive-by-wire, amortecedores adaptativos e sistema Active Sound Control, para cancelamento de ruído. O sedã vem ainda com o conhecido modo Econ. Na mecânica, ele adere ao 2.0 16v i-VTEC que desenvolve 255cv de potência e 37,6kgfm de torque, acoplado ao câmbio automático de 10 velocidades, substituindo o conjunto atual composto pelo motor 3.5 V6 de 280cv com câmbio automático de 6 marchas. Segundo a Honda, ele acelera de 0 a 100km/h em 6 segundos e de acordo com o Programa de Etiquetagem Veicular do Inmetro é de 9km/l na cidade e 12,3km/l na estrada. O Accord V6 fazia 7,3km/l e 12km/l, respectivamente, de acordo com o órgão federal. No acabamento interno, os assentos são em couro e existem três tonalidades: cinza na pintura preta, preto na pintura prata e marfim na pintura branca. O Accord ainda é considerado um carro de nicho por aqui, por isso a Honda diz que espera vender apenas 10 unidades por mês do sedã em 2019 – volume muito, mas muito distante dos 240 mil emplacamentos dos EUA.


Accord Touring

Entre os equipamentos de série, o Honda oferece o Honda Sensing (que oferece sistema de frenagem de atenuação de colisão (CMBS), aviso de mudança de faixa e correção, controle de cruzeiro adaptativo com seguimento de baixa velocidade e novo reconhecimento de sinal de trânsito, sensor de ponto cego, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, monitor de tráfego cruzado e monitor de fadiga e visão traseira de ângulo múltiplo com diretrizes dinâmicas), ESP, TCS, ABS com EBD, TPMS, etc. Outros itens são bolsas infláveis de joelhos (motorista e passageiro dianteiro), laterais e de cortina, câmeras traseira e no retrovisor direito, faróis com leds em ambos os fachos, projeção de informações no para-brisa, ar-condicionado automático de duas zonas, chave presencial, central de áudio com tela de 8 polegadas compatível com Android e Apple, carregador de celular sem fio, teto solar elétrico, freio de estacionamento elétrico e rodas de alumínio de 18 polegadas e o interior oferece revestimento em cinza, preto ou bege, conforme a cor externa.


Preço

  • Honda Accord Touring 2.0 Turbo AT10 - R$198.500




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Subaru se despede do WRX STi na Espanha com série especial Final Edition

CAOA fecha acordo com Ford para a fábrica de São Bernardo do Campo (SP)

Nova geração do Hyundai HB20 pode substituir 1.6 16v e 1.0 Turbo pelo 1.0 12v TGDI

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Mercedes-Benz revela eSprinter em testes de durabilidade de componentes na Suécia

Renault vende todo primeiro lote do Zoe e já confirma encomenda de segundo lote

Volkswagen estuda desenvolver um Golf R Plus com 400cv na oitava geração

Volkswagen confirma que Tarek terá início da produção atrasada, na Argentina

Ford Territory deve ser lançado no Brasil, por pressão dos concessionários

Subaru convoca recall de Legacy GT e Outback no Brasil com defeito no airbag