Chevrolet Captiva volta a vida em questão de meses com base em Baojun 530, na Colômbia


A Chevrolet apresentou na Colômbia a nova geração do Captiva, que deve ser uma opção mais em conta que o Equinox. O Captiva colombiano foi revelado durante o Salão do Automóvel de Bogotá e na verdade é a versão norte-americana do chinês Baojun 530. Produzido pela SAIC, parceira da General Motors na China, o SUV manteve o motor 1.5 16v a gasolina que desenvolve 147cv de potência com torque de 24,5kgfm, associado ao câmbio manual ou automático de 6 marchas. Ele ainda pode ser vendido com tração nas quatro rodas. Visualmente, o Chevrolet Captiva muda pouco em relação ao modelo chinês, do qual origina. A grade dianteira conta com um novo desenho interno, sem as duas linhas cromadas. Enquanto na lateral as novidades ficam por conta das rodas de liga leve com novo desenho, enquanto na traseira a novidade é a gravata da Chevrolet. A fabricante não divulgou imagens do interior, revelando apenas que terá controle de estabilidade, teto solar, bancos com ajuste elétrico e uma versão de sete lugares. O modelo deve ser vendido em poucos mercados além da Colômbia, possivelmente mais em mercados asiáticos. Vale destacar que a estratégia não é única da Chevrolet. O Ford Territory também é um SUV com base num modelo chinês, tática que tem sido cada vez mais usada em mercados emergentes. 




Fotos: Mujeres Y Autos

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen convoca recall onde terá que recomprar 194 unidades de homologação

Antecipando novidades para o Brasil, Honda apresenta HR-V Touring no Japão

Curiosidades: Chevrolet, Mercedes-Benz e FCA foram as que mais convocaram recall em 2018

Toyota convoca mega recall que envolve 379.689 unidades de Hilux, SW4, Etios, Etios Sedan, Corolla e Fielder

Nova geração da Chevrolet S10 chega em 2022, maior e ainda mais globalizada

Volkswagen comemora a marca de 5 milhões de unidades do Tiguan em 11 anos de produção

Ford registra patente de motor V8 híbrido, que deve ser usado pelo Mustang em 2020

Ford concede sinal verde para desenvolvimento da nova Courier, em entrevista

Sucessor do Nissan 370Z deve ser apresentado ainda em 2019, em algum evento importante

Renault Twingo ganha face-lift na Europa para o Salão do Automóvel de Genebra