Renault Alaskan deve ser vendida apenas com motor Turbo Diesel, afirma executivo


A Renault confirmou que deve apresentar a Alaskan no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro. A picape teve seu lançamento adiado para o início de 2019 e a marca francesa confirmou que ela deve ser vendida exclusivamente com motor biturbo diesel. Segundo Hernán Bardi, diretor da Renault na Argentina, em entrevista ao Argentina Autoblog, disse que a picape deve ser produzida em Córdoba ao lado da Nissan Frontier e começa a ser produzida ainda este ano no complexo industrial. Confirmado, o motor 2.3 dCi turbo que desenvolve 160cv e 40kgfm e biturbo que entrega 190cv de potência e torque de 45,9kgfm, acoplado ao câmbio manual de 6 marchas para a versão menos potente e o automático de 7 velocidades em conjunto com tração traseira (160cv) e integral (190cv), enquanto a suspensão traseira traz eixo rígido com sistema multilink. O modelo tem capacidade para 1,1 tonelada e pode rebocar 3,5 toneladas. Segundo a Renault, a versão mais potente acelera de 0 a 100km/h em 12 segundos e chega a velocidade máxima de 160km/h. Até então acreditava-se que a picape fosse vendida também com o motor 2.5 16v Flex, que desenvolve entre 160cv a 170cv (dependendo do mercado) com torque na casa dos 25kgfm, acoplado a um câmbio manual de 6 marchas ou automático de 6 velocidades. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen convoca recall onde terá que recomprar 194 unidades de homologação

Antecipando novidades para o Brasil, Honda apresenta HR-V Touring no Japão

Curiosidades: Chevrolet, Mercedes-Benz e FCA foram as que mais convocaram recall em 2018

Toyota convoca mega recall que envolve 379.689 unidades de Hilux, SW4, Etios, Etios Sedan, Corolla e Fielder

Nova geração da Chevrolet S10 chega em 2022, maior e ainda mais globalizada

Volkswagen comemora a marca de 5 milhões de unidades do Tiguan em 11 anos de produção

Ford registra patente de motor V8 híbrido, que deve ser usado pelo Mustang em 2020

Ford concede sinal verde para desenvolvimento da nova Courier, em entrevista

Renault Twingo ganha face-lift na Europa para o Salão do Automóvel de Genebra

Sucessor do Nissan 370Z deve ser apresentado ainda em 2019, em algum evento importante