Nova geração do Renault Sandero deve ser baseada na nova geração europeia do Clio


Depois de confirmar que seus carros não devem mais se basear na Dacia, a Renault confirmou que uma nova geração do Sandero deve ser um legítimo Renault. Vendido em alguns países como Renault, como no Brasil, o hatch compacto deve beber na fonte de inspiração dos carros da marca francesa. A informação foi confirmada por Laurens van den Acker, chefe de design da Renault. Enquanto a versão Dacia deve ser apresentada em 2019, o novo Renault Sandero deve ser revelado até meados de 2022. A Renault deve manter a base da Dacia, mas toda a carroceria será da marca francesa e não da romena. Foi assim que aconteceu com o Arkana, apresentado como conceito recentemente. Tudo indica que a nova geração do Sandero se baseie no novo Clio, mas com custo menor. Apostando um parentesco com o Clio, possivelmente a Renault opte pela volta do nome Clio no mercado, ou pode ainda desenvolver um nome inédito e manter o nome Sandero. O que se sabe é que nosso Sandero deve se desprender do design do modelo romeno e aqui o público tem a ideia do Clio como um carro abaixo do Sandero, de entrada. 



Fonte: Argentina Autoblog
Fotos: Motor1 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração de Chevrolet Onix deve ser vendida somente com motor 1.0 Turbo, inicialmente

Investimento em Goiana (PE) e Betim (MG) devem resultar em quatro SUVs de Fiat e Jeep

De acordo com site, FCA deve manter 1.8 16v EtorQ em linha até, pelo menos, 2025

Skoda apresenta oficialmente o Citigo-E iV com motor elétrico com autonomia de 265km

Ford EcoSport passa a ser vendido com opção de teto bicolor na versão FreeStyle

Peugeot registra patentes da nova geração da 508 SW, mas station infelizmente não vem

Firme e forte na China, Ford apresenta novo Taurus 2020 com mudanças visuais

Volkswagen descarta desenvolvimento de T-Cross com versões para PcD

Ferrari apresenta SF90 Stradele Hybrid, que se torna a Ferrari mais potente já produzida

Fiat 500X chega a marca de 500 mil unidades em cinco anos de lançamento