Mercedes-Benz apresenta nova geração da Classe B no Salão do Automóvel de Paris


A Mercedes-Benz confirmou e apresentou a nova geração da Classe B no Salão do Automóvel de Paris, na França. Chegando a sua terceira geração, a Classe B passa a adotar todas as tecnologias do Classe A e alguns elementos do Classe S. Mais um membro da família de compactos se renovado, com plataforma modula MFA II, a Classe B deve concorrer diretamente com a BMW Série 2 Active Tourer. Segundo a Mercedes, a nova geração está mais comprida, mais larga e mais baixa. O entre-eixos ganhou 3 centímetros, melhorando o seu espaço interno. Com melhor coeficiente aerodinâmico do segmento, o design da Classe B se aproxima com o dos SUVs, com carroceria com linhas mais arredondadas e vincos mais suaves e proporções musculosas. A dianteira possui novos faróis com luzes diurnas de LEDs, com grade dianteira com duas hastes e pequenos pontos cromados. A traseira possui lanternas pequenas e horizontais que a tampa do porta-malas divide e traz um falso extrator no para-choque traseiro. No interior, ela traz a central multimídia MBUX interligada ao painel de instrumentos. 


Batizada de "Mercedes-Benz User Experience" (ou MBUX). A central é descrita pela Mercedes como um "sistema operacional altamente intuitivo", baseado no uso de inteligência artificial. Dependendo da versão, ela pode ter tela de 7 polegadas ou 10,25 polegadas, conforme as linhas já antecipadas pela Daimler no teaser do novo Classe A. Nas versões mais caras, vale destacar que o dispositivo virá acompanhado de uma segunda, responsável por reunir instrumentos do carro como conta-giros e velocímetro. Ainda ganha compatibilidade com sistema de reconhecimento de voz Hey Mercedes, que foi apresentado no Classe A. O volante passa a ser o mesmo do Classe A. Entre os recursos de tecnologia, destaque para sistema de condução semiautônoma traz piloto automático adaptativo, assistente de manutenção em faixa, frenagem autônoma de emergência, estacionamento automático que controla volante, acelerador, freio e transmissão, entre outros itens. A Classe B ainda ganha o motor 1.3 12v Turbo que desenvolve 136cv ou 163cv, além dos motores 1.3 dCi de 115cv e o 2.0 dCi de 150cv. Todos os motores são acoplados junto ao câmbio automático de dupla embreagem de 8 velocidades, com opção de tração integral 4MATIC. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração de Chevrolet Onix deve ser vendida somente com motor 1.0 Turbo, inicialmente

Investimento em Goiana (PE) e Betim (MG) devem resultar em quatro SUVs de Fiat e Jeep

De acordo com site, FCA deve manter 1.8 16v EtorQ em linha até, pelo menos, 2025

Skoda apresenta oficialmente o Citigo-E iV com motor elétrico com autonomia de 265km

Ford EcoSport passa a ser vendido com opção de teto bicolor na versão FreeStyle

Peugeot registra patentes da nova geração da 508 SW, mas station infelizmente não vem

Firme e forte na China, Ford apresenta novo Taurus 2020 com mudanças visuais

Volkswagen descarta desenvolvimento de T-Cross com versões para PcD

Ferrari apresenta SF90 Stradele Hybrid, que se torna a Ferrari mais potente já produzida

Fiat 500X chega a marca de 500 mil unidades em cinco anos de lançamento