Mercado, setembro de 2018: Brasil cresce 5,76% em relação à 2017. Renault e Chery são destaques


Com apenas 19 dias úteis, o mercado nacional ainda conseguiu manter o ritmo de crescimento em relação ao mês passado. De acordo com números divulgados pela FENABRAVE, foram vendidos 204.733 unidades de automóveis e comerciais leves em setembro, queda de 14,42% em relação ao mês anterior, agosto. Em relação à setembro de 2017, o crescimento é de 5,76%. No acumulado do ano, os nove primeiros meses do ano representaram 1.779.675 unidades, 13,1% a mais que o mesmo período de 2017. "Em setembro, o mercado sofreu reflexos negativos, causados pela menor quantidade de dias úteis. Contudo, é importante ressaltar que, na média diária, houve crescimento de 3,6%, nos emplacamentos de automóveis e comerciais leves. Além disso, diante do clima das eleições, naturalmente, o mercado entra em compasso de espera", afirmou Alarico Assumpção Júnior, presidente da entidade. Entre as marcas, a liderança ainda é da Chevrolet com 36.389 unidades e completou 35 meses na liderança. A vice-liderança voltou a ser da Volkswagen, que emplacou 31.672 unidades contra as 27.695 unidades da Fiat, terceira. Novamente em 4º, a Renault fechou setembro com 18.878 unidades, seguida de muito perto pela Ford em 5º com 18.755 unidades. Em briga pela 6º colocação, a Hyundai garantiu uma colocação à frente da Toyota com 16.688 contra 16.623 unidades. A Honda foi a oitava com 9.583 unidades, seguida pela mesma ordem dos últimos meses, com Jeep em 9º com 8.417 unidades e Nissan em 10º com 7.964 unidades. Destaque também desse mês fica por conta da Chery, pelo segundo mês emplacando mais de mil unidades. Em setembro foram 1.006 unidades, queda de 4,55% em relação ao mês passado, mas um crescimento de 91,25% em relação ao mesmo período do ano passado. Confira abaixo as marcas mais vendidas do nosso mercado. 


Ranking

1º Chevrolet: 36.389 (17,77%)
2º Volkswagen: 31.672 (15,47%)
3º Fiat: 27.695 (13,53%)
4º Renault: 18.878 (9,22%)
5º Ford: 18.755 (9,16%)
6º Hyundai: 16.688 (8,15%)
7º Toyota: 16.623 (8,12%)
8º Honda: 9.583 (4,68%)
9º Jeep: 8.417 (4,11%)
10º Nissan: 7.964 (3,89%)
11º Peugeot: 1.798 (0,88%)
12º Mitsubishi: 1.635 (0,80%)
13º Citroën: 1.296 (0,63%)
14º Mercedes-Benz: 1.029 (0,50%)
15º Chery: 1.006 (0,49%)
16º Kia: 945 (0,46%)
17º BMW: 939 (0,46%)
18º Audi: 586 (0,29%)
19º Volvo: 486 (0,24%)
20º Land Rover: 448 (0,22%)
21º Suzuki: 410 (0,20%)
22º JAC: 240 (0,1%)
23º Iveco: 217 (0,1%)
24º Jaguar: 211 (0,1%)
25º MINI: 148 (0,1%)
26º Porsche: 129 (0,1%)
27º Lifan: 127 (0,1%)
28º Troller: 119 (0,1%)
29º RAM: 79
30º Lexus: 69
31º Subaru: 45
32º Dodge: 24
33º SsangYong: 5
34º Effa: 4
35º Ferrari: 2
36º Foton: 1
37º Lamborghini: 1
38º Maserati: 1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Subaru se despede do WRX STi na Espanha com série especial Final Edition

CAOA fecha acordo com Ford para a fábrica de São Bernardo do Campo (SP)

Nova geração do Hyundai HB20 pode substituir 1.6 16v e 1.0 Turbo pelo 1.0 12v TGDI

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Mercedes-Benz revela eSprinter em testes de durabilidade de componentes na Suécia

Renault vende todo primeiro lote do Zoe e já confirma encomenda de segundo lote

Volkswagen estuda desenvolver um Golf R Plus com 400cv na oitava geração

Volkswagen confirma que Tarek terá início da produção atrasada, na Argentina

Subaru convoca recall de Legacy GT e Outback no Brasil com defeito no airbag

Ford Territory deve ser lançado no Brasil, por pressão dos concessionários