Daimler deve inaugurar primeira fábrica de baterias na fábrica da Mercedes, nos EUA


A Daimler está prestes a dar início à produção de baterias para carros elétricos na fábrica dos Estados Unidos. Construindo uma unidade no mesmo complexo dedicada exclusivamente para baterias, a marca deve erguer uma unidade no complexo de Tuscaloosa, Alabama, EUA. Lá a Mercedes já produz o GLE e a nova fábrica deve custar o investimento de US$1 bilhão. Esse valor representa cerca de R$3,85 milhões, aproximadamente. Vale destacar que essa fábrica deve abastecer a produção da bateria dos carros EQ da Mercedes-Benz, como o EQC, primeiro elétrico a ser apresentado para a marca. “Nosso objetivo é ter pioneirismo na eletrificação, e estamos nos preparando para isso”, disse o membro do conselho da Daimler Markus Schaefer, ao anunciar a fábrica de baterias. A empresa planeja dominar todas as etapas de produção dos elétricos, uma vez que a unidade deve ser responsável pela inauguração da produção de baterias, que deve ser ampliada para mais seis fábricas: Pequim, na Índia, e Bangcoc, na Tailândia. Uma planta de baterias já foi inaugurada pela Daimler antes da de Tuscaloosa. Fica em Kamenz, na Alemanha.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração de Chevrolet Onix deve ser vendida somente com motor 1.0 Turbo, inicialmente

Investimento em Goiana (PE) e Betim (MG) devem resultar em quatro SUVs de Fiat e Jeep

De acordo com site, FCA deve manter 1.8 16v EtorQ em linha até, pelo menos, 2025

Skoda apresenta oficialmente o Citigo-E iV com motor elétrico com autonomia de 265km

Ford EcoSport passa a ser vendido com opção de teto bicolor na versão FreeStyle

Peugeot registra patentes da nova geração da 508 SW, mas station infelizmente não vem

Firme e forte na China, Ford apresenta novo Taurus 2020 com mudanças visuais

Volkswagen descarta desenvolvimento de T-Cross com versões para PcD

Ferrari apresenta SF90 Stradele Hybrid, que se torna a Ferrari mais potente já produzida

Fiat 500X chega a marca de 500 mil unidades em cinco anos de lançamento