Daimler deve inaugurar primeira fábrica de baterias na fábrica da Mercedes, nos EUA


A Daimler está prestes a dar início à produção de baterias para carros elétricos na fábrica dos Estados Unidos. Construindo uma unidade no mesmo complexo dedicada exclusivamente para baterias, a marca deve erguer uma unidade no complexo de Tuscaloosa, Alabama, EUA. Lá a Mercedes já produz o GLE e a nova fábrica deve custar o investimento de US$1 bilhão. Esse valor representa cerca de R$3,85 milhões, aproximadamente. Vale destacar que essa fábrica deve abastecer a produção da bateria dos carros EQ da Mercedes-Benz, como o EQC, primeiro elétrico a ser apresentado para a marca. “Nosso objetivo é ter pioneirismo na eletrificação, e estamos nos preparando para isso”, disse o membro do conselho da Daimler Markus Schaefer, ao anunciar a fábrica de baterias. A empresa planeja dominar todas as etapas de produção dos elétricos, uma vez que a unidade deve ser responsável pela inauguração da produção de baterias, que deve ser ampliada para mais seis fábricas: Pequim, na Índia, e Bangcoc, na Tailândia. Uma planta de baterias já foi inaugurada pela Daimler antes da de Tuscaloosa. Fica em Kamenz, na Alemanha.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração da Chevrolet S10 chega em 2022, maior e ainda mais globalizada

BMW convoca recall de 158 unidades de Série 3, 5, 6 e 7, X3, X5 e Z4 produzidos entre 1994 a 2008

Vazam imagens da nova geração do Nissan Sentra, com nova filosofia V-Motion 2.0 de design

Volkswagen passa a vender minivan Touran com motor 1.0 12v TSI e 2.0 TDI revisado

Volkswagen e Ford anunciam oficialmente a parceria durante o Salão de Detroit

Ford Mondeo e Mondeo SW são reestilizados na Europa e ganham opção de motor híbrido

Fiat Tipo e Tipo Estate ganham versão Sport com motor 1.4 T-JET de 120cv de potência

Renault pode trazer Clio de volta ao Brasil em nova geração, mas com plataforma adaptada

Nova picape da Fiat tem base no Mobi confirmada e deve substituir a Strada - e não conviver com ela

Nova geração do Tesla Roadster deve voar, literalmente, segundo Elon Musk