Nova geração da Chevrolet S10 chega em 2022, maior e ainda mais globalizada


As novas gerações das picapes médias da Chevrolet/Holden/GMC já está em desenvolvimento. No Brasil, a nossa Chevrolet S10 foi confirmada para ganhar uma nova geração em 2022, dez anos depois do lançamento da segunda geração. A informação é que ela deve ser desenvolvida para ser um modelo global. Por exemplo, Chevrolet Colorado e Chevrolet S10 serão as mesmas picapes, tanto em design como em mecânica ou itens de série (com diferenças pequenas entre os países). Quem confirmou isso foi a GM Austrália, que já começou o planejamento da nova geração da picape média. A grande meta da nova linhagem é deixa-las com maior grau de parentesco possível. A nova geração deve ser maior, ganhando em espaço interno. Essa nova geração deve ser desenvolvida apenas pela GM, o que resulta em uma maior liberdade e agilidade em seu desenvolvimento, já que o modelo que conhecemos foi tocado em parceria com a Isuzu, que finalizou a parceria com a General Motors. A Isuzu deve desenvolver as novas gerações da D-Max e o SUV MU-X com a Mazda. A nova geração ainda deve ser vendida com motores diesel, mas com maior foco nas emissões de poluentes e no consumo. 


Fonte: Which Car e GM Authority

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Motores 1.0 e 1.4 EVO da Fiat devem se despedir do mercado a partir do segundo semestre desse ano!

Curiosidades: Carros de Fórmula 1 tem o sistema ABS?

Renault Megane Sedan vem ao Brasil até final de 2019, com motor 1.3 12v TCe Flex de 170cv

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

McLaren inaugura concessionária no Brasil e pretende vender 20 unidades no primeiro ano

Nova geração do Nissan Sentra estreia em meados de 2019 com forte inspiração no novo Altima

Curiosidades: Você sabe como funciona o sensor de fadiga da Volkswagen?

Curiosidades: Os modelos mais vendidos no Brasil em 1990!

Curiosidades: Os veículos mais vendidos do Brasil em 1998!

Chevrolet confirma fim de linha do Captiva, depois de nove anos de mercado e mais de 60.000 unidades