Renault Megane Sedan vem ao Brasil até final de 2019, com motor 1.3 12v TCe Flex de 170cv


A Renault parece que segue desenvolvendo o substituto do Fluence para o Brasil. Previsto para ser lançado em 2019, tudo leva a crer que seja a nova geração do Megane Sedan adaptada para o nosso mercado. O projeto LJC é o projeto do modelo que deve ocupar o lugar do Fluence, já cansado, lançado em 2011. Usando como base o Megane Sedan europeu, o nosso sedã médio deve trazer algumas mudanças de design em relação ao modelo europeu. Na apresentação do Megane Sedan em 2016, executivos revelaram que o sedã médio estava nos planos da Renault brasileira e argentina. Na época o executivo revelou que o sedã viria no "momento certo", já que na época priorizava o lançamento de Captur, Kwid e Koleos. Com os dois primeiros apresentados e quase apresentados, o projeto do sedã começa a ganhar mais ritmo. O sedã médio francês traz a nova filosofia de design da marca, que o deixa como um "mini-Talisman". O sedã volta ao mercado com grande estilo e recheado de tecnologia para tentar bater os rivais japoneses e coreanos. Agora baseada no belíssimo Megane e pouca coisa maior que o atual Fluence (que irá substituir em diversos mercados), o novo modelo ganhou 2 cm no comprimento 1 cm no entre-eixos e 2 cm na largura (incluindo os retrovisores). Inspirado no irmão maior Talisman, o Megane Sedan se destaca ainda pelo bom espaço interno, porta-malas com 508 litros de capacidade e itens disponíveis em carros de segmentos superiores. Quando o assunto é tecnologia, o Megane Sedan oferece sistema de entretenimento R-Link 2 com tela LCD de 8,7″, painel de instrumentos digital com tela de 7″ polegadas, sistema Multi-Sense com cinco modos de condução, alerta de saída de faixa e de pontos cegos, além de frenagem de emergência e Park Assist. Na mecânica, o motor 1.3 12v TCe Flex é a saída perfeita para seu lançamento. Com cerca de 170cv de potência, o sedã teria opção de câmbio automático de 6 velocidades ou automático CVT.


Fonte: Autos Segredos e Jornal do Carro

Comentários

  1. Tomara que venha para o Brasil mesmo. Estou com intenção de adquirir um, caso tudo de certo.

    ResponderExcluir
  2. Gente manda esse carro p o brasil...eu quero adquirir um...mais manda tbem na versao flex....ele e muito lindo vai ser um estouro

    ResponderExcluir
  3. Não vejo a hora desse carro chegar. Tenho um fluence e fiquei triste quando soube que ele não seria mais fabricado.

    ResponderExcluir
  4. Tenho um fluence, a Renault f. com quem compra carros desse porte, foi assim com a geração anterior do megane , anunciam o fim da ilha vc investe num carro top e amarga uma desvalorização absurda , ai do nado voltam com a linha Megane, poderiam usar bom senso e manter uma linha só como fazem Toyota e Honda.

    ResponderExcluir
  5. Confirmando o lançamento , compro no dia seguinte....

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Em Frankfurt, BMW confirma Série 8, X7 e Z4 para 2018 na Europa e em 2019 para o Brasil

Motores 1.0 e 1.4 EVO da Fiat devem se despedir do mercado a partir do segundo semestre desse ano!

Nova geração da Chevrolet S10 chega em 2022, maior e ainda mais globalizada

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Prêmio MEGAFONE 2019: novo Citroën C4 Lounge, nova Volvo V60 e Volkswagen Virtus vencem em suas categorias

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1995!

Retrômobilismo#85: Linha de picapes Série 10/20 é considerada a melhor "pickup" que a Chevrolet já produziu!

Curiosidades: Os veículos mais vendidos do Brasil em 1998!

Curiosidades: Carros de Fórmula 1 tem o sistema ABS?